22 de julho de 2017
Produção agrícola
10 de janeiro de 2017 - 16:20

Geller se diz otimista com a safra 2016/2017

De acordo com ele, produção agrícola está dando resposta muito forte à economia do país

Produção agrícola

 O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, afirmou nesta terça-feira, 10, que, em um ambiente de crise, a "produção agrícola está dando uma resposta muito forte à economia do país". Geller chamou atenção ainda para o fato de as projeções de safra estarem aumentando "mês após mês".

"Se o clima se consolidar na forma que está vindo, teremos mais notícias boas", afirmou o secretário, durante apresentação, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), do 4º Levantamento da safra 2016/2017.

A estimativa de produção total, considerando a soja e outros grãos, é de 215,3 milhões de toneladas. Isso representa um aumento de 15,3% ou 28,6 milhões de toneladas em relação à safra anterior. No caso da soja, a projeção é de crescimento de 8,7% na produção, para 103,8 milhões de toneladas.

"Se o clima se consolidar na forma que está vindo, teremos mais notícias boas. Estamos bastante otimistas em relação à safra recorde", disse Geller, que destacou ainda o desempenho da soja. "O número da soja, de 103,8 milhões de toneladas, não era esperado tão rapidamente", pontuou. Em contrapartida, conforme o secretário, os preços da cesta básica estão caindo em virtude da recuperação vista na atual safra agrícola.

Durante coletiva de imprensa para apresentação dos números, o superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, Aroldo Antônio de Oliveira Neto, destacou, ainda, o fato de a projeção de safra ter saltado de 213 milhões para 215,3 milhões do 3º para o 4º levantamento da Conab.

De acordo com ele, o 1º e o 2º levantamentos levam em conta apenas métodos estatísticos, já que os produtos estão em fase de preparo e plantio. Já o 3º incorpora a produtividade real, vinda do Sul do país, e o 4º levantamento já considera a produtividade em outras regiões.

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Comentário

Newsletter DBO