22 de novembro de 2017
Milho
3 de agosto de 2017 - 10:24

Milho: alta das exportações limita quedas nos preços

Vendas externas do grão cresceram 122,2% em julho ante mesmo período de 2016

A pressão de baixa continua no mercado do milho, porém, em menor intensidade em relação aos últimos meses, em função das exportações em ritmo mais forte em julho.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas, SP, a saca de 60 quilos está cotada em R$25,00, para entrega imediata, sem o frete. Houve queda de 2% na comparação com a média de junho deste ano. Já em relação a julho do ano passado, o milho está custando 41,5% menos este ano.

Em médio e longo prazos a expectativa é de cotações mais firmes para o milho no mercado brasileiro, puxadas pelas exportações aquecidas. É claro, este desempenho vai depender do câmbio.

Exportações - Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, em julho deste ano o Brasil exportou 2,32 milhões de toneladas de milho.

A média diária foi de 110,62 mil toneladas exportadas. Este volume é 4,12 vezes maior que a média de junho último. Na comparação anual, houve aumento de 122,2% no volume embarcado diariamente.

A maior competitividade do milho brasileiro em relação ao norte-americano e o aumento da disponibilidade interna com o avanço da colheita da segunda safra colaboram com esse cenário.

Fonte: Scot Consultoria

Comentário