18 de novembro de 2017
Milho
4 de setembro de 2017 - 10:24

Preço do milho reage em agosto

Cotação ficou mais firme em função do aumento das exportações e atraso da colheita em algumas regiões

O preço do milho ficou firme no mercado interno no mês de agosto em função da exportação e das chuvas em meados do mês, que atrapalharam a colheita da segunda safra em algumas regiões.

A exportação foi de 3,3 milhões de toneladas em agosto, até a terceira semana, o equivalente a 235.860 toneladas por dia, de acordo com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

A média diária foi de 235.860 toneladas, 113,2% maior que a média embarcada por dia em julho. Na comparação com agosto de 2016, o volume exportado diariamente aumentou 111,5%.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas-SP, a saca de 60 quilos fechou agosto cotada em R$26,50, para a entrega imediata, sem o frete.

Em relação à média de julho a cotação subiu 2%. Entretanto, esse preço é 41,9% menor na comparação com igual período de 2016.

A expectativa é de cotação firme neste semestre e começo de 2018, em função da exportação, que deverá continuar aquecida nos próximos meses.

De qualquer maneira, as cotações deverão ficar abaixo do patamar verificado no mesmo período do ano passado.

Fonte: Scot Consultoria

Comentário