25 de setembro de 2017
Milho
11 de janeiro de 2017 - 11:18

Pressão é de baixa no mercado do milho

Se confirmada safra cheia na temporada 2016/2017, os preços deverão cair com mais força

A baixa movimentação no mercado brasileiro de milho tem se refletido em ligeiras quedas nos preços. A expectativa de aumento da produção brasileira na temporada atual também colabora com este cenário.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas, SP, a saca de 60 quilos está cotada em R$36,50, para a entrega imediata, sem o frete, frente a negócios em até R$38,50 no fechamento de 2016.

Se confirmada uma safra cheia na temporada 2016/2017 (primeira e segunda safras), os preços deverão cair com mais força a partir de meados do primeiro semestre de 2017.

No relatório de janeiro/17, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimou um aumento de 26,9% na produção de milho, totalizando 84,48 milhões de toneladas em 2016/2017. Isto significa 17,91 milhões de toneladas a mais que na safra passada, quando foi registrada quebra de produção.

Por fim, destacamos a questão do câmbio, que em caso de uma alta em relação ao real, poderia interferir nas exportações brasileiras de milho no primeiro trimestre de 2017, com a colheita da primeira safra e aumento da disponibilidade.

O clima também é sempre uma incógnita e, apesar das previsões indicarem um quadro mais favorável no primeiro semestre de 2017, em relação a igual período de 2015, merece sempre atenção.

Fonte: Scot Consultoria

Comentário