29 de junho de 2017
Milho
19 de abril de 2017 - 18:38

R$ 800 mi para comercialização do milho

Liberação de recursos busca apoiar os produtores do cereal na atual safra

O governo autorizou o lançamento de contrato de opção de venda para 1 milhão de toneladas de milho produzido em Mato Grosso, envolvendo R$ 300 milhões. A operação a ser feita pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) fixa o preço de exercício em R$ 17,87/60 kg, com prazo em 15 de setembro deste ano. Outros R$ 500 milhões foram anunciados para o Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural e/ou sua Cooperativa (Pepro) e o Prêmio para Escoamento do Produto (PEP) do milho em grãos das safras 2016/2017 e 2017.

As medidas visam apoiar a comercialização de milho nesta safra e foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (19). “O objetivo do governo é dar uma sinalização de preço futuro para os produtores neste período da safra de inverno em Mato Grosso, hoje o maior produtor de milho segunda safra (também conhecida como safrinha), com 40% da produção nacional”, salienta o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller.

Segundo estimativa da Conab, nesta temporada, os produtores brasileiros deverão colher mais de 91 milhões de toneladas do cereal. Do total, 61,6 milhões de toneladas deverão ser colhidas no inverno. Somente em Mato Grosso, a safrinha deverá ser de 24,1 milhões de toneladas.

Com o Pepro e o PEP, o governo quer garantir o preço mínimo de R$ 16,50/60kg ao produtor de milho, sempre que a cotação de mercado estiver abaixo do preço mínimo.

Fonte: Mapa

Comentário

Newsletter DBO