05 de agosto de 2015
Nelore Palma
15 de dezembro de 2011 - 07:24

Palma deixa a elite para se dedicar à produção de touros

Em dois grandes leilões no tatersal de elite da Leilopec, em Minas Gerais, criatório se desfez de 85 fêmeas tope, entre elas Betina da Sabiá vendida pelo preço máximo de R$ 900 mil.

Carolina Rodrigues

Na esteira da demanda por touros a campo, muitos planteis de Nelore deixaram o investimento em genética tope para dedicar ao mercado de produção, o que segundo Orlando Silva, responsável pelo setor zootécnico da Agropecuária Palma, é a bola da vez. Nos dias 10 e 11 de dezembro a Palma reforçou as estatísticas dos rebanhos que estão se dirigindo a este mercado, que começa a surgir como um novo e crescente conceito de negócios.  

As liquidações do plantel de elite Palma movimentaram R$ 5,2 milhão, na apresentação de 85 lotes de fêmeas destinadas ao mercado tope. Os eventos ocorreram no tatersal da Leilopec, em Uberaba, MG, para um público acima de 1.000 pessoas e registrou 100% de liquidez. “Vendemos o topo da seleção, animais de alta carga genética, que colecionam títulos nas grandes exposições do País”, conclui Silva.

Na abertura dos negócios 35 fêmeas movimentaram R$ 3,9 milhões, dando na média de R$ 111.524. Desfilaram pelo recinto doadoras, mais novilhas e bezerras de pista. A noite alcançou a maior valorização da dupla de remates, com tope de R$ 900 mil garantido pelo condomínio formado por Antônio Paulo Abate, Grupo Golin e Clenon de Barros Loyola. O lance saiu para Betina da Sabiá, uma filha de Ludy de Garça em Taibhara da Sabiá, matriz que vai a Legat da Sabiá. Além do patrimônio genético, acompanhou o lote a garantia de um clone nascido da doadora.

O segundo remate de liquidação, realizado no domingo, registrou preços mais amenos. A média geral ficou em R$ 24.480 para 50 fêmeas, das quais 19 matrizes nascidas entre 1992 e 2008. As fêmeas geração 2009 e 2011 somaram 31 ofertas. O movimento das vendas foi de R$ 1.224.000, sem grandes destaques. Desde 1º de dezembro os animais estavam no Recinto Leilopec, para a vistoria dos interessados.

A dupla de remates foi organizada pela Programa, com trabalhos dos leiloeiros João Gabriel e Nilson Genovesi. A forma de pagamento também facilitou o acesso dos compradores à genética Palma, totalizando 30 parcelas. A transmissão foi do Canal Rural.



Comentário

TV DBO - vídeos