22 de novembro de 2017
Coluna JL
1 de agosto de 2017 - 10:00

Pista cheia

"O possível aumento na oferta de touros pode provocar uma ligeira baixa nos preços, mas, quem tem qualidade e avaliação genética não terá problemas para vender a sua produção". Jairo Machado, Fazenda Vera Cruz

Conduzida pelos irmãos Eduardo e Jairo Machado Carneiro Filho, a Fazenda Vera Cruz trabalho no melhoramento genético da raça Nelore há 25 anos na região de Barra do Garças, no Vale do Araguaia. Atualmente, todo o rebanho é avaliado pelo Nelore Brasil, da ANCP; PMGZ, da ABCZ; e Nelore Qualitas.

Na tarde de 22 de julho, o criatório promoveu o seu leilão anual, onde negociou touros, matrizes e gado geral por R$ 5,6 milhões. O destaque foram os 220 reprodutores, que foram vendidos ao preço médio de R$ 13.746.

 

Fonte: Portal DBO

Comentário