24 de novembro de 2017
Angus, Brahman e Simental
11 de setembro de 2017 - 13:58

Casa Branca atrai investidores de 15 estados

Remate de Angus, Brahman e Simental também contou com compradores do Paraguai e da Bolívia

Alisson Freitas

Peso pesado na seleção de raças zebuínas e taurinas, Paulo Marques abriu as porteiras da Fazenda Santa Ester, em Silvianópolis, MG, entre os dias 8 e 9 de setembro para a 3ª edição do Leilão Casa Branca. Em dois dias de vendas, o criador negociou 195 animais Angus, Brahman e Simental por R$ 2,1 milhões, registrando 100% de liquidez.

Os reprodutores foram os protagonistas na primeira etapa do remate, no dia 8. Passaram pela pista cerca 101 animais das três raças selecionadas pelo criatório. O Angus foi destaque alcançando o preço médio de R$ 11.854, valor equivalente a 87,1@ de boi gordo para pagamento à vista na praça (R$ 136/@).

A Fazenda São Miguel, também de Silvianópolis, deu lance de R$ 19.200 para arrematar um touro de genética da Cabanha Três Marias na maior negociação do dia.

No Brahman, a média foi de R$ 11.180, equivalente a 82,2@. Já no Simental, os touros saíram a R$ 10.515 ou 77,3@ na relação de troca por boi gordo.

A oferta do segundo dia foi concentrada nas fêmeas e em touros de central. Novamente, o Angus teve a maior valorização com as novilhas e matrizes sendo vendidas ao preço médio de R$ 20.675. Já a média das fêmeas Simental foi de R$ 12.518 e das Brahman foi de R$ 11.407.

Também de genética Três Marias, o Grande Campeão Angus de Avaré, PWM Ruido TEICB1641 Candelero foi o animal mais valorizado de todo o fim de semana ao ter 50% de sua propriedade arrematada por R$ 72.000 por Abel Leopoldino Neto.

Outro destaque foi o Grande Campeão Brahman da ExpoZebu 2017, CABR Mussambe 2264, vendido em 66% por R$ 64.000 para Charles Maia, Paulo Scatolin e W2R.

Além dos animais já provados, a Casa Branca também ofertou ao mercado o direito de livre escolha de 50% na propriedade de qualquer animal nascido ou que ainda nascerá na safra 2017 das três raças selecionadas pelo criatório. No Angus a venda foi fechada por R$ 52.800. Já no Brahman o lote foi arrematado por R$ 32.000 e no Simental por R$ 24.000.

No total, as vendas dos dois dias de pregão foram disseminadas para 15 Estados brasileiros e também para outros países da América Latina, como Paraguai e Bolívia. “As negociações fluíram muito bem de uma raça para outra e estamos extremamente satisfeitos com o resultado, que reflete que a confiança do mercado em nosso trabalho de melhoramento genético. A grande variedade de compradores também mostra que os nossos animais entregam bons resultados em todas as regiões do País”, avaliou Paulo Marques.

A organização do evento foi da Programa Leilões e a transmissão foi feita pelo Canal Rural e MF Rural. O martelo foi conduzido pelos leiloeiros Guillermo Sanchez e Nilson Genovesi, com pagamentos fixados em 24 parcelas. 

Fonte: Portal DBO

Comentário