22 de novembro de 2017
Cooperativas
3 de agosto de 2017 - 15:44

Cooperativa amazônica

No nortão de Mato Grosso, a Coopernova agrega mais de 1.500 produtores de leite e produz queijos, bebidas lácteas, iogurte e manteiga. Prepara-se para produzir leite em pó e leite condensado. Vende muçarela para restaurantes de SP e RJ.

É provável que o paulistano, ou o carioca, nem imagine que a muçarela utilizada na pizzaria que frequenta pode ter sido produzida em plena Amazônia mato-grossense, a mais de 2.000 km de onde se encontra. A Cooperativa Agropecuária Mista Terra Nova Ltda.

(Coopernova), de Terra Nova do Norte, município próximo à divisa do Pará, tem nos restaurantes do Sudeste um dos principais mercados.

Prestes a completar 30 anos de existência, a cooperativa, presidida por Daniel Robson Silva, implantou na região uma bacia leiteira que hoje já é a segunda maior do Estado, com 1.541 produtores associados. A grande maioria é de agricultores familiares de origem gaúcha, com área média de 50 hectares e produção diária de 100 a 120 litros de leite (70% dos produtores estão nessa faixa).

Na opinião de seu presidente, a Coopernova é uma alternativa para que eles possam receber insumos a custos menores e apoio técnico para o desenvolvimento da atividade leiteira. “Somos uma opção para fazer aquilo que individualmente eles não conseguem fazer, que é industrializar e vender a produção. Não temos mercado na nossa região e no próprio estado para a produção que temos hoje. Temos que buscar outros mercados”.

A matéria completa está na edição de agosto da Revista Mundo do Leite. Assinantes também podem lê-la na edição digital.

Fonte: Mundo do Leite 86

Comentário