18 de dezembro de 2017
Leite
4 de maio de 2017 - 09:10

Leite: pagamento ao produtor tem nova alta

Abril foi o terceiro mês consecutivo de crescimento no valor pago pela indústria

O mercado do leite registrou o terceiro mês consecutivo de alta para o produtor, porém, a intensidade do reajuste foi menor que no pagamento anterior.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, o leite subiu 1,6% no pagamento de abril, em relação ao pagamento de março.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, a média dos dezoito estados pesquisados ficou em R$1,154 por litro, sem o frete.

A produção de leite em queda, com a entressafra no Brasil Central e região Sudeste, dá sustentação as cotações em São Paulo, Minas Gerais e Goiás, mesmo em um ambiente de demanda patinando.

Importante destacar, porém, que na região Sul do país, a captação deu sinais de recuperação, o que deverá interferir no mercado em âmbito nacional.

Além da recuperação da produção de leite no sul do país, destacamos alguns pontos que merecem atenção em curto e médio prazos, já que podem limitar as altas de preços do leite para o produtor nesta entressafra. São eles: as importações de produtos lácteos em alta e a demanda interna ruim, patinando.

Para o pagamento a ser realizado em meados de maio (produção de abril), 33% dos laticínios pesquisados acreditam em alta de preço ao produtor, 64% falam em manutenção e os 3% restantes acreditam em queda nos preços do leite (todos na região Nordeste).

Custos caem - Em contra partida, os custos de produção da pecuária leiteira caíram em abril. Também foi o terceiro mês consecutivo de queda.

As quedas nas cotações dos alimentos concentrados energéticos, com destaque para o milho, dos suplementos minerais, dos combustíveis/lubrificantes e dos concentrados proteicos puxaram a redução do custo.

Na comparação com abril do ano passado, os custos de produção da atividade caíram 6,1%.

A queda nos custos de produção somada as altas no preço do leite ao produtor melhoraram a margem da atividade desde o começo deste ano

Fonte: Scot Consultoria

Comentário