23 de abril de 2018
Angus
19 de dezembro de 2017 - 17:18

Criadores fundam confederação Latino-americana de Angus

Entidade reunirá pecuaristas de Argentina, Brasil, Colômbia, México, Uruguai e Paraguai

Criadores de Angus da Argentina, Brasil, Colômbia, México, Uruguai e Paraguai reuniram-se em uma nova entidade que representará os interesses da raça em nível internacional. É a Confederação Latino-americana de Países Produtores de Angus (Colappa), criada em encontro esta semana na capital Argentina, Bueno Aires.

A ação foi anunciada pelo presidente da Associação Brasileira de Angus, José Roberto Pires Weber, durante assembleia realizada na manhã desta quinta-feira, 14 de dezembro, em Porto Alegre, RS. Entre as missões da nova confederação está o fortalecimento do livre comércio de genética entre os países membros e a homologação e integração de registros.

Durante a assembleia, Weber ainda apresentou balanço das ações realizadas em 2017, que incluíram aumento no número de sócios e expansão do Programa Carne Angus. Também lembrou de projetos implementados para aproximação com os núcleos regionais como ação em exposições e o Circuito Touro Angus Registrado. Weber mencionou a redução no número de animais participantes de exposições em 2017, o que classifica como um movimento geral do setor. A exceção foi a Expolages, SC, que teve aumento de participação. “Há contenção de despesas de modo geral”, sinalizou o presidente da Angus.

Carne Angus – Durante a reunião, o diretor do Programa Carne Angus, Reynaldo Salvador, destacou o aumento da demanda de redes de food service e do varejo por cortes Angus. Em 2017, o volume de carne produzido cresceu 18%, boa parte embalado a vácuo. “Os cortes de dianteiro ganharam o mercado gourmet e o que antes virava hambúrguer agora é comercializado embalado à vácuo”, explicou o gerente do Carne Angus, Fábio Medeiros. Entre os estados, destaque para Goiás, que abate 26% da carne Angus produzida no Brasil.

 

Fonte: Angus

Comentário