30 de março de 2017
Carne Fraca
20 de março de 2017 - 11:04

Carne Fraca traz reflexos para a exportação

Grandes mercados já se pronunciaram dizendo que não descartam suspensões de compra, ainda que temporárias

De acordo com a Reuters, a Comissão Europeia informou nesta segunda-feira, 20, que está monitorando as importações de carne do Brasil e que todas as empresas envolvidas na Operação Carne Fraca terão acesso negado ao mercado da União Europeia. 

Apesar disso, a Comissão acrescentou que o escândalo não terá qualquer impacto nas negociações em curso entre a UE e o Mercosul - no qual os dois lados esperam chegar a acordos sobre livre comércio.

Já a China suspendeu temporariamente as importações de carne brasileira desde ontem, 19 de março. A fonte, que pediu para não ser identificada por causa da sensibilidade da informação, afirmou que a suspensão das compras de carne brasileira é uma medida de "precaução".

A decisão chinesa ocorre após a Coreia do Sul intensificar as fiscalizações de carne de frango importada do Brasil e banir temporariamente as vendas de produtos de frango da BRF, maior produtora de carne de frango do mundo.

Em nota, a BRF informa que não recebeu nenhuma notificação oficial das autoridades brasileiras ou estrangeiras a respeito da suspensão de suas fábricas por países com os quais mantém relações comerciais, incluindo Coreia do Sul e União Europeia.

EUA - O escritório de advocacia norte-americano The Rosen Law Firm disse que está preparando uma ação coletiva em nome dos acionistas da JBS para recuperar perdas sofridas pelos investidores da companhia. O escritório disse que está investigando alegações de que a processadora de carnes pode ter divulgado informações enganosas para seus investidores. As ações da companhia foram fortemente afetadas no pregão desta sexta-feira, 17, por causa da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que investiga o fornecimento, por parte de agentes governamentais, de certificados sanitários a empresas sem qualquer fiscalização efetiva.

 

Fonte: Reuters

Comentário

Newsletter DBO