VPJ Genética fatura R$ 7 milhões com Angus, Brangus, Ultrablack e QM

Um dos destaques foi Angus VPJ Evolution Sure Fire FIV1160, que teve cota de 50% arrematada por R$ 576.000, valorizando o touro em R$ 1,1 milhão
O touro Angus VPJ Evolution Sure Fire FIV1160, que teve cota de 50% arrematada por R$ 576.000 (Foto: Reprodução / Facebook)

Transmitido pelo canal Terraviva e MF Leilões, o “24º Leilão VPJ Genética”, realizado no dia 30 de outubro em Jaguariúna (SP), veio coroar toda a excelência de trabalho e a constante evolução da VPJ Pecuária, negociando valores recordes para animais de elite das raças Angus, Ultrablack, Brangus e Quarto de Milha. O faturamento total bateu em R$ 7 milhões.

A raça Angus obteve excelente procura, com investimentos expressivos. O maior se deu com o touro Angus VPJ Evolution Sure Fire FIV1160, que teve cota de 50% arrematada por R$ 576.000, o que representa uma valorização de R$ 1,1 milhão. O investimento no exemplar de 22 meses foi realizado pelo criador Ricardo Beira (Fazenda Villa di Roma – Pedreira, SP); o valor foi recorde para a raça em 2021, de acordo com o Banco de Dados da DBO.

O presidente da VPJ, Valdomiro Poliselli Júnior, destacou que essa foi a primeira comercialização de reprodutores do programa VPJ Angus Marbling, desenvolvido há cinco anos e que visa ao melhoramento de animais com genética para maior área de olho de lombo e marmoreio.

No total, a raça Angus teve faturamento de R$ 2,5 milhões, com média para os machos de R$ 27.128 e para as fêmeas de R$ 56.571. Também foram negociados touros Angus de central com comercialização de cotas de 50% alcançando a média de R$ 259.800.

O leilão também teve uma valorização recorde da fêmea VPJ Ultrablack Levine FIV012, comercializada por R$ 102.600. Com previsão de parto para janeiro de 2022, foi arrematada pelo criador Manoel Alípio Albuquerque Jr. (Agropecuária MAAJ – Canudos, BA).

A raça Ultrablack foi responsável, segundo Poliselli, por uma grata surpresa. “A fantástica procura e valorização das fêmeas foram inesperadas e muito importantes, porque começam a coroar o trabalho da Associação Brasileira de Angus no investimento na criação dessa raça. O mercado respondeu! E quando o investimento é em fêmeas, é porque vai desenvolver para criação”.

O criador da Bahia comprou o maior volume de Ultrablack do leilão, para desenvolver um núcleo da raça. O faturamento total da raça para machos e fêmeas foi de R$ 592.200, com média para fêmeas de R$ 75.900 e para quatro machos de R$ 34.200.

A raça Brangus teve como grande destaque o touro VPJ Astro Final Cut FIV564, com venda de 50% por R$ 180.000 – valorização recorde nacional da raça de R$ 360.000 – para Adriano Ribeiro Cavalcante e Ederson Pereira de Oliveira (Pecuária Simprão – Pratápolis, MG).

O faturamento total da raça Brangus para machos e fêmeas foi de R$ 988.200. Os três touros Brangus comercializados para centrais tiveram valorização total de R$ 594.000, negociados em 50% (R$ 297.000), ficando o novo investidor sócio da VPJ Pecuária.

Também em grande destaque, o remate da raça Quarto de Milha obteve valorização recorde do leilão com Shinning Sixty Six, sendo arrematada por R$ 504.000, pelo criador Ricardo Beira, da Fazenda Villa di Roma.

A Programa Leilões e a WV Leilões organizaram o evento. Os leiloeiros rurais Nilson Genovesi e Agnaldo Agostinho se alternaram na coordenação das captações do lances no Red Eventos, para pagamentos fixados em 36 parcelas.

* Com informações das assessorias de imprensa VPJ e ABA

Acompanhe os resultados dos principais pregões de todo o Brasil no Jornal de Leilões

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.