2ª etapa de vacinação contra a febre aftosa alcança 98% do rebanho nacional

Segundo o Ministério da Agricultura, cerca de 76 milhões de bovinos e bubalinos com até 2 anos de idade foram imunizados
Foto: Mapa

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2020 atingiu 98,36% do rebanho brasileiro, o equivalente a 76 milhões de bovinos e bubalinos vacinados com até 2 anos de idade. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (3/3) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

De acordo com os dados parciais da pasta, das 22 unidades da Federação que adotam a vacinação, foram contabilizados os dados de 21, faltando apenas a Paraíba, que ainda não enviou o relatório com os dados finais. Em razão da pandemia da Covid-19, o ministério esclarece que o prazo da vacinação e envio da declaração pelo produtor ao órgão de defesa sanitária animal do seu estado foi prorrogado em 13 estados.

A porcentagem alcançada na etapa é satisfatória, atinge os índices estabelecidos no Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa (Pnefa) e mostra o comprometimento do setor em manter o status de área livre com vacinação”, afirma o diretor do Departamento de Saúde Animal, Geraldo Moraes.

Livre da febre aftosa

No ano passado, o Ministério da Agricultura reconheceu seis estados brasileiros – Acre, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, regiões do sul do Amazonas e do noroeste do Mato Grosso – como livres de febre aftosa sem vacinação.

O reconhecimento nacional pelo Mapa é um dos passos para alcançar o reconhecimento internacional junto à Organização Mundial da Saúde Animal (OIE). A expectativa que a Organização conceda esse reconhecimento para esses seis estados em maio deste ano.

Atualmente, no Brasil, apenas Santa Catarina é considerada, internacionalmente, como zona livre de febre aftosa sem vacinação.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

As apostas são altas para o futuro da produção de carne no Brasil. Veja o que dizem as lideranças ouvidas para o Especial Perspectivas 2021 do Anuário DBO. Assista:

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.