Abates em Mato Grosso atingem em julho o maior patamar de 2020, puxado pelos machos

Abate de fêmeas segue caminho oposto, influenciado pelo processo de retenção de matrizes

Os abates de bovinos no Mato Grosso atingiram 507.26 mil cabeças em julho, o que representou avanço de 8% sobre o volume registrado no mês anterior (471.07). Trata-se do maior volume abatido mensalmente em 2020, destaca  o economista Yago Travagini, analista da consultoria Agrifatto, com base nos dados do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea).

No entanto, o resultado de abate em julho no MT representou  queda de 5% em relação ao obtido em igual mês de 2019 (532.90), informa Travagini.

Continue a leitura após o anúncio

O abate de bovinos em MT avançou mensalmente sustentando pelo envio de machos às plantas frigoríficas. Foram abatidos 309.17 cabeças de machos em julho último, com elevação de 16,5% sobre o resultado de junho, de 265.44, e crescimento de 5% em relação ao volume obtido em julho de 2019, de 293.37 cabeças.

Por sua vez, o abate de fêmeas no Mato Grosso atingiu 198.09 cabeças em julho último, com queda de 3,6% sobre o resultado de junho de 2020, de 205.630, e retração de 17% em relação ao volume registrado em igual mês de 2019, de 239.53

Com essas variações, a participação das fêmeas na linha de abate mato-grossense caiu ao menor nível para um mês de julho desde 2015, com apenas 39,05% do volume total abatido sendo representado por essa categoria. Tal comportamento, destaca Travagini, é resultado do movimento de valorização nos preços do bezerro (ciclo de alta da pecuária), o que faz o criador segurar mais as suas fêmeas nas fazendas.

 

 

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO