ACNB cria selo de certificação Nelore Brasil – A Etiqueta Verde do Agro

Entre outros itens, a carne Nelore com a Etiqueta Verde respeita a legislação ambiental e trabalhista, além de ser 100% rastreada, informa a associação

A Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) lança o Selo de Certificação Nelore Brasil para a carne Nelore, que exige compromissos importantes em termos de produção sustentável.

O Selo de Certificação Nelore Brasil – A Etiqueta Verde do Agro é o mais novo programa de qualidade de carne da ACNB, que conta com outros dois programas: Nelore Natural e Garantia de Origem Nelore.

De acordo com comunicado da entidade, entre outros itens, a carne Nelore com a Etiqueta Verde respeita a legislação ambiental e trabalhista, além de ser 100% rastreada – do nascimento ao ponto de venda. Outro requisito é a terminação a pasto dos animais certificados.

“A raça Nelore mostra mais uma vez ao mercado e aos consumidores que está, e muito, preocupada com as questões ambientais e de responsabilidade social. O produtor participante do protocolo de certificação que respalda a Etiqueta Verde respeita as regras do Código Florestal, não usa trabalho infantil e análogo à escravidão nem utiliza áreas indígenas para a produção pecuária”, explica Nabih Amin El Aouar, presidente da ACNB. “Esta é mais uma iniciativa para a valorização da genética Nelore, a base da pecuária brasileira”, complementa o presidente.

A linha Green, do Grupo Celeiro (Rondonópolis, MT), é a primeira a ter a Certificação Nelore Brasil da ACNB, que permite a utilização da Etiqueta Verde em seus produtos.

“A carne provém de novilhas precoces, nascidas, recriadas e terminadas a pasto na fazenda do grupo, e rastreadas desde o nascimento. A embalagem conta com QRCode com informações de origem, idade, características e até a história da fazenda”, informa o empresário Marco Túlio Duarte Soares.

VEJA TAMBÉM | DBO Entrevista: Nelore encara novos desafios

O Selo de Certificação Nelore Brasil é garantido pelo Protocolo Nelore, de propriedade da ACNB, gerido pela Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e configurado como programa de certificação integrante do Sistema de Rastreabilidade Agri Trace, conforme normas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Foto: Divulgação

Podem participar do programa fêmeas jovens, com mais de 13 arrobas de peso e mínimo de 3 mm de cobertura de gordura na região lombar, terminadas a pasto, entre outras características.

“Estamos colocando à disposição dos consumidores uma nova opção de carne de alta qualidade, característica dos programas de certificação da raça Nelore, porém com diferenciais quanto à responsabilidade social e ambiental, atendendo às crescentes exigências do mercado em termos de origem, bem-estar, sustentabilidade e garantia de origem”, reforça André Locateli, gerente executivo da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil.

Aldo Rezende Telles, presidente da Associação dos Criadores Nelore de Mato Grosso (ACNMT), destaca que a certificação da ACNB é importante para oferecer suporte aos pecuaristas no trabalho de melhoramento genético do rebanho. Os resultados já são percebidos com melhor qualidade e maciez da carne Nelore, produzida a partir de um sistema ecologicamente correto.

“Nosso boi é criado a pasto, recebendo suplementação proteica/energética apenas pouco antes do abate. Isso significa que entregamos para o mercado uma ‘carne verde’ e com sabor característico do campo”. Com isso, reforça o dirigente, “ganha o produtor, que recebe incentivo pelos investimentos; ganha o consumidor final, que tem acesso a uma fonte de proteína animal rica, saborosa, macia e certificada, com total transparência do processo produtivo”.

Para o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Oswaldo Pereira Ribeiro Jr., o selo valoriza e garante a qualidade da carne brasileira.

“A Acrimat apoia iniciativas que prezam por ações sustentáveis e que transmitem confiabilidade, tendo em vista a lisura como todo o processo é realizado. Práticas como esta são sempre bem-vindas e auxiliam o fortalecimento da pecuária mato-grossense”, afirma o dirigente.

“O Grupo Celeiro é o primeiro parceiro do Selo Nelore Brasil. Convidamos outros programas de carne premium para se juntar a nós e valorizar a carne Nelore com respeito ambiental e social”, ressalta André Locateli.

Fonte: Ascom ACNB

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

A aposta do Grupo Webler na cria

VEJA os destaques da edição de julho da Revista DBO; na capa, o Grupo Webler, forte em agricultura e pecuária, está dobrando a aposta na intensificação da cria em sua propriedade em Sapezal, no noroeste de Mato Grosso

A aposta do Grupo Webler na cria

VEJA os destaques da edição de julho da Revista DBO; na capa, o Grupo Webler, forte em agricultura e pecuária, está dobrando a aposta na intensificação da cria em sua propriedade em Sapezal, no noroeste de Mato Grosso

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.