[the_ad_placement id="fullbanner-1"]

Vai de melaço ou serve açúcar cristal? por Hélio Casale

O cafeicultor e consultor recomenda receita eficiente e barata para pulverizações de todos os tipos no controle de pragas e doenças

No cultivo tradicional, como no chamado “orgânico”, é praticamente indispensável proteger as plantas de pragas e mesmo doenças ocasionais e indesejáveis. Caldas com inseticidas, fungicidas, bactericidas e produtos biológicos são empregados com sucesso. Sem eles não haveria tanta comida boa, bonita e barata na mesa.

Para a proteção das plantas, é regra comum a recomendação para se adicionar açúcar ou melaço de cana líquido (MCL) à calda, o que traz grandes e incontestáveis benefícios. Na escolha de açúcar ou melaço é importante atentar para as características particulares de cada um desses produtos.

Açúcar cristal é o caldo da cana ultra processado e apresenta-se na forma de cristais grandes e transparentes. A composição química é, basicamente, Carbono, Hidrogênio e Oxigênio – C12 H22 O11 nutrientes, classificados como fundamentais.

Melaço de cana líquido é um subproduto do processo de fabricação do açúcar. Na realidade, nada mais é que caldo de cana concentrado pela evaporação da água até que atinja o teor de sólidos solúveis (Brix) desejado.

Continue a leitura após o anúncio

A composição química média do melaço de cana líquido (MCL) é a seguinte.

Açúcares Redutores Totais (ATR) 59,68%

Brix 20° C 82%

Carbono Total 30%

pH 5,7

Fósforo Total – P2O5 1,26 mg/litro

Potássio (K) 25.570 mg/kg

Magnésio (Mg) 4.150 mg/kg

Sulfito (S) < 10 mg/kg

Sódio (Na) 119 mg/kg

Cobalto (Co) 1,5 mg/kg

Cobre (Cu) 3,6 mg/kg

Ferro (Fe) 62 mg/kg

Manganês (Mn) 28 mg/kg

Selênio (Se) <0,005 mg/kg

Zinco ( Zn) 6,2 mg/kg

Olhando apenas a composição de cada um dos produtos, fica fácil a escolha.

O Melaço de Cana Líquido (MCL) ajuda na produção de aminoácidos, em especial o ácido glutâmico; ativa o desenvolvimento de bactérias saudáveis que tem no açúcar do melaço seu alimento principal; as bactérias ajudam na disponibilização e absorção de nutrientes; sendo um adoçante natural, pode melhorar o sabor de frutas, verduras e legumes. Por outro lado, contribui para reduzir temporariamente o metabolismo das plantas quando melhora a recuperação daquelas que receberam chuva de pedras e/ou estão plantadas em áreas com risco de geada. MCL associado a uma mistura de aminoácidos leva a uma recuperação muito rápida de plantas lesadas.

Nas minhas andanças, visitando uma lavoura de mamão, fiquei surpreso com o notável controle dos ácaros do ponteiro e indaguei o proprietário como estava conseguindo tão bom controle. A resposta foi indireta – você já viu aranha andar em goma arábica? A calda do MCL é realmente grudenta e, com essa característica é que pode ser empregada no controle de ácaros e pequenos insetos voadores e sugadores.

Nessas alturas o leitor deve estar perguntando – qual a dose a empregar? Basta 2 kg para cada 100 litros de água de boa qualidade (2%). Por ter pH abaixo de 6, pode-se adicionar outros produtos à calda, sem perigo de incompatibilidade.

Fica feita assim uma receitinha das boas, barata e muito eficaz.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no pocket
Pocket

Conteúdo relacionado:

[the_ad_placement id=”noticias-lateral”]

Sobre o autor

Fechar Menu
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
×
×

Carrinho

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: