Agro Solidário: Bayer vai doar R$ 5,7 milhões para enfrentar a Covid-19

Doações serão destinadas às ações de solidariedade do Governo Federal, ao Sistema Único de Saúde e ao UNICEF no Brasil

A Bayer, multinacional alemã de biotecnologia, anuncia nesta sexta-feira (17/4), que doará de cerca de R$ 5,7 milhões para o combate à pandemia de Covid-19 no Brasil. O valor será destinado a três diferentes iniciativas: cerca de R$ 2,8 milhões para o Projeto Arrecadação Solidária, do Governo Federal; cerca de R$ 2 milhões para o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF); e cerca de R$ 900 mil para a compra de itens de segurança e insumos hospitalares.

A quantia direcionada ao Projeto Arrecadação Solidária será encaminhada a entidades que atuam no combate aos efeitos da Covid-19 por meio de prevenção, diagnóstico e tratamento da doença. A contribuição para o UNICEF será empregada em ações com foco em crianças e adolescentes pobres, moradores de periferias e favelas das grandes capitais, moradores de municípios menores e mais pobres na Amazônia e no Semiárido, e migrantes. Já a compra de itens de segurança e materiais hospitalares será destinada aos órgãos públicos de saúde, especialmente das cidades onde a empresa possui unidades produtivas.

“A crise provocada pela pandemia de Covid-19 desafia a todos nós, por isso a colaboração entre os setores privado, público e a sociedade será a chave para o enfrentamento deste desafio no Brasil e no mundo” diz Marc Reichardt, CEO da Bayer Brasil. “Há mais de 150 anos, a Bayer está comprometida com o país, por isso nossa contribuição deve ser maior que a financeira. Estamos trabalhando incansavelmente para manter a disponibilidade de medicamentos e insumos necessários à produção de alimentos para os brasileiros”, ressalta o executivo.

Marc Reichardt, CEO da Bayer Brasil

A empresa possui cerca de 104 mil funcionários. No ano fiscal de 2019, a receita global foi de € 43,5 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2,9 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 5,3 bilhões.  Desde o início da crise, a Bayer vem realizando mudanças profundas para minimizar os riscos de infecção em todas unidades produtivas da empresa, protegendo assim seus colaboradores para a preservação de sua saúde e a continuidade de atividades que são essenciais para a sociedade.

Além disso, tem trabalhado ao lado dos agricultores dando suporte técnico dentro do novo contexto e entregando os suprimentos essenciais para que a produção de alimentos se mantenha durante a crise. O mesmo cuidado é empregado no fornecimento de produtos farmacêuticos e dispositivos médicos, para que não faltem medicamentos.

 

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Revista DBO | Na vanguarda ambiental

VEJA mais destaques da edição de julho; na capa, Liga do Araguaia entra no “mercado verde”. Alguns produtores já recebem de R$ 250 a R$ 370/ha/ano para manter excedente florestal de pé.

Revista DBO | Na vanguarda ambiental

VEJA mais destaques da edição de julho; na capa, Liga do Araguaia entra no “mercado verde”. Alguns produtores já recebem de R$ 250 a R$ 370/ha/ano para manter excedente florestal de pé.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.