Agro Solidário: Grano doa mais de 1 tonelada de alimentos para Hospital São Paulo

A iniciativa, também contempla o Hospital Nossa Senhora do Rosário (RS) segue até a normalização da pandemia
Com o objetivo de minimizar os impactos do aumento dos atendimentos hospitalares e possibilitar a realocação de orçamento dos hospitais para outras necessidades, como compra de materiais, a Grano, com sede Serafina Corrêa-RS, doará mais de 1 tonelada de alimentos para o Hospital São Paulo, referência para mais de 6 milhões de habitantes de São Paulo. Outro beneficiário será o Hospital Nossa Senhora do Rosário, em Serafina Corrêa (RS), que além de alimentos receberá também equipamentos de proteção individual (EPI). A empresa que tem 20 anos no mercado está entre as maiores do País em produção e comercialização de vegetais congelados
A primeira doação (1 tonelada) supri um mês da demanda do Hospital São Paulo, que serve diariamente, em condição normal, 2.400 refeições para pacientes internados. Esse número tende a aumentar com a ampliação da demanda, razão da importância das doações neste momento. A Grano manterá o auxílio até que a situação de emergência gerada pelo novo coronavírus seja oficialmente normalizada.
Nos meses de fevereiro e março, o Hospital São Paulo realizou cerca de 37 mil atendimentos nas especialidades de urgências do pronto-socorro. Como consequência dos desdobramentos da COVID-19, a previsão é que ocorra um aumento no número de pacientes nos próximos dias. Para o professor Dr. José Roberto Ferraro, superintendente do Hospital São Paulo, “as doações são sempre bem-vindas, pois nos permite realocar recursos para atender as necessidades mais prementes do dia a dia”.
Olhando também para a comunidade de Serafina Corrêa (RS), cidade onde está a fábrica da Grano, a empresa fará a doação de 30 kg de alimentos para o Hospital Nossa Senhora do Rosário. E para ajudar a fortalecer o estoque de equipamentos de proteção individual dos profissionais de saúde, 3 mil materiais – entre toucas, propés, jalecos e aventais – serão entregues ao hospital.
O CEO da Grano, Fernando Giansante, destaca a importância de outras empresas seguirem esse movimento com iniciativas solidárias que contribuam para a superação do maior desafio em saúde pública nos últimos anos. “Somos reconhecidos pela produção de vegetais de alta qualidade, alimento que contribui para o aumento da imunidade e fortalecimento da saúde. Usar o que fazemos para ajudar a sociedade em um momento de crise é a maneira que temos de agradecer aos consumidores pela parceria nos nossos anos de trajetória. Isso é a nossa obrigação”, afirma o executivo.
Buscando preservar o bem-estar dos seus colaboradores no combate ao novo coronavírus, a Grano adotou também medidas preventivas internas. Por se tratar de uma indústria de alimentos, setor considerado essencial para o abastecimento da população, foi adotado uma redução do turno para os funcionários da fábrica. Foi instalado o sistema de revezamento nos refeitórios, para que não haja aglomerações, os ambientes são higienizados com maior frequência, a temperatura de todos é verificada diariamente e máscaras e álcool gel estão disponíveis para todos.
Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.