Algodão se valoriza com ritmo lento de negócios no final de ano

Indústrias demonstram interesse, mas alegam dificuldade em encontrar lotes de qualidade

Com a baixa qualidade dos lotes disponíveis e o desacordo entre agentes, o ritmo de comercialização de algodão em pluma está lento neste início de dezembro. Ainda, com a proximidade das férias coletivas neste final de ano, agentes têm priorizado os embarques de contratos. Assim, entre 30 de novembro e 11 de dezembro, o Indicador do algodão em pluma Cepea/Esalq, com pagamento em 8 dias, subiu 1,9%, fechando a R$ 3/lp na terça-feira, 11.

De acordo com colaboradores consultados pelo Cepea, a pluma disponibilizada apresenta algum problema de cor, micronaire, resistência e fibra curta, e os lotes são heterogêneos. Assim, algumas indústrias até demonstram interesse em novas aquisições, mas alegam dificuldade em encontrar lotes de qualidade.

Já vendedores estão firmes nos valores pedidos, mesmo para os lotes com alguma característica. Comerciantes também indicam que a heterogeneidade dos lotes dificulta as negociações “casadas”.

Fonte: Cepea

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on pocket
Pocket

Posts Relacionados:

Menu

GALERIA DE FOTOS DO INSTAGRAM

Acompanhe e compartilhe:

Fechar Menu
×
×

Carrinho