Alta de R$ 50 sustenta a arroba do boi gordo

Cotação chega a R$ 202,20 em São Paulo, um acréscimo de 32% sobre o valor do último dia útil de 2018

Já virou rotina a escalada do preço da arroba do boi gordo para patamares recordes. No acumulado de 2019, o Indicador do boi gordo Esalq/B3/Cepea subiu quase R$ 50 na arroba. Precisamente, foram R$ 48,80, equivalente a uma alta de 32% desde janeiro.

Continue a leitura após o anúncio

+Novo recorde histórico para arroba de boi a quase R$ 200
+Sem efeito inflação, arroba ainda é recorde
+Frigoríficos perdem queda de braço com pecuaristas
+Cada dia um novo recorde nos preços do boi gordo

Nessa segunda-feira, 18/11, esse indicador  fechou a R$ 202,20 por arroba, para pagamento à vista em São Paulo (livre de Funrural).  A cotação é a nova máxima histórica para a arroba. Está 1,5% acima do valor recorde anterior, registrado na última sexta-feira, quando chegou a R$ 199,25/@.

 

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO