Menu
Menu

Alta nas ações da JBS está longe do fim, prevê Morgan Stanley

Empresa está melhor posicionada para capitalizar com a febre suína, afirma banco norte-americano

A forte alta que levou as ações da JBS a um recorde de preço ainda está longe do fim e deve acompanhar o avanço da peste suína na China. A doença deve forçar o gigante asiático a importar mais carne para suprir a demanda local, segundo texto divulgado pela Bloomberg, baseada em relatório de mercado divulgado pelo Morgan Stanley.

O banco passou a recomendar a compra das ações da JBS e elevou o preço-alvo da companhia em 46%, para R$ 20,50. O papel negociado na bolsa de São Paulo chegou a subir 11,4% ontem, atingindo a inédita marca de R$ 19,98. Foi o terceiro dia seguido em que as ações do maior frigorífico do mundo bateram recorde.

A produção de carne suína na China, o maior consumidor mundial da proteína, deve cair cerca de 30% neste ano, segundo o Rabobank. Em volume, a redução equivale a aproximadamente toda a oferta anual da Europa. Como consequência, os preços e o comércio de carne – seja de frango, carne bovina, peixes e mesmo produtos de base vegetal – devem crescer, impulsionando as receitas dos frigoríficos.

“A febre suína africana provocou uma escalada nas ações das empresas de proteína, mas não é tarde demais para comprar”, disse a equipe de analistas do banco. “Acreditamos que a alta só começou e que os impactos de longo prazo da doença ainda não são compreendidos”, acrescentou.

As ações da JBS, com operações de carne bovina, suína e de frango no Brasil, na América do Norte, na Europa e na Austrália, subiram 68% desde o início do ano, superando com folga a alta de 7,6% do Ibovespa. Contudo, os papéis ainda têm um preço em dólar 20% inferior ao recorde de 2009 e são negociadas com desconto em relação aos papéis da americana Tyson Foods.

Segundo o Morgan Stanley, a JBS está “melhor posicionada” para capitalizar com a febre suína. “A combinação de categoria e exposição geográfica, escala, utilização de capacidade e acesso ao mercado chinês diferencia a JBS”, disse a Morgan Stanley.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Invista no básico bem feito

Pecuaristas, mesmo tecnificados, ainda pecam no manejo por não fazer planejamento, estabelecer metas e criar calendário de ações.

Café com frio

Especialista dá dicas de como evitar problemas com o frio no cafezal, cultura que gosta de “cabeça quente e pés frios”

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×
×

Carrinho