Alta nos preços do MAP

Preços do adubo tem sido sustentado pela menor oferta no mercado interno e firmeza nas cotações no externo

Os preços do MAP (mono-amônio fosfato) subiram em 2018, com a menor oferta no mercado interno e preços mais firmes também no mercado internacional. Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, o adubo está cotado, em média, em R$1.822,30 por tonelada, sem o frete.

Houve alta de 5,7% em março, em relação a fevereiro. Frente a março do ano passado o MAP está custando 13,5% mais este ano.

Em curto e médio prazos, a expectativa é de preços firmes para o MAP, em função da menor oferta no país e no mercado internacional, frente ao ano anterior.

Do lado da demanda, a expectativa é de uma maior movimentação no mercado brasileiro a partir de abril, já considerando as compras para a semeadura da safra seguinte (2018/2019).

Esta demanda crescente a partir do mês que vem deverá ajudar na sustentação dos preços dos fertilizantes no mercado interno nos próximos meses.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.