Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores lança DEP genômica Interim

Desenvolvida em parceria com o Centro Técnico de Avaliação Genômica, a ferramenta visa oferecer predições genômicas indiretas para animais genotipados

A Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP) apresenta uma nova ferramenta para auxiliar nas decisões de seleção e manejo dentro da fazenda.

Trata-se da DEP genômica Interim, desenvolvida em parceria com o Centro Técnico de Avaliação Genômica (CTAG), cujo objetivo é oferecer predições genômicas indiretas para animais genotipados.

As DEPs genômica para a seleção de animais jovens e os serviços de genotipagem estão cada vez mais acessíveis econômica e tecnicamente aos criadores.

No entanto, o tempo entre a coleta de amostras de DNA e a obtenção da avaliação genômica oficial, conforme o calendário pré-estabelecido pelo programa, pode se delongar.

Muitas vezes, existe a necessidade de urgência, por parte do criador, para ter disponível a predição genômica assim que o genótipo é disponibilizado pelas empresas prestadoras desse serviço.

Para encurtar esse tempo entre a coleta e a avaliação, foi criada a DEPG Interim, uma avaliação que utiliza o genótipo de animais que ainda não tiveram o genótipo incorporado à avaliação genética oficial da ANCP, mesmo que sejam animais jovens, sem progênies e registros de produção.

VEJA TAMBÉM | Revista DBO em Foco | Estação de monta curta é para todos sim!

De acordo com a ANCP, a ferramenta fornece predições genômicas rápidas para animais recém-genotipados, permitindo classificá-los para fins de descarte ou de seleção, enquanto se aguarda a avaliação oficial.

De acordo com o diretor de Pesquisa e Inovação da ANCP, Fernando Baldi, a DEPG Interim pode ser considerada uma avaliação intra-rebanho genômica para a comparação de animais jovens dentro da mesma fazenda e safra. “Essa DEP será útil para tomada de decisão antecipada da seleção (pré-desmama), para fornecer melhor manejo para animais de maior potencial, para venda de animais quando a avaliação genética oficial ainda não está disponível para os animais jovens genotipados e quando o genótipo do animal não foi incorporado na última avaliação oficial por atraso na entrega”, explica.

A nova ferramenta de avaliação já está sendo utilizada em algumas fazendas associadas da ANCP com resultados satisfatórios.

Carlos e Ricardo Viacava (Foto: Divulgação) 

É o caso da seleção CV Nelore Mocho. O CEO da empresa, Ricardo Viacava, explica que, antes da DEPG Interim, a amostra era coletada e enviada para a genotipagem e, quando voltava, era preciso esperar até a próxima avaliação genética oficial para ser comparada e ter uma DEP genômica com acurácia.

“Agora, de posse das informações genômicas, a DEPG Interim é calculada e nos dá um indicativo com altíssima correlação com as DEPs que vão sair na próxima rodada de avaliação. Portanto, ela agiliza o retorno da informação, possibilitando que tomemos a decisão mais acertada”, destaca.

Há alguns meses, a Fazenda Santa Nice também vem utilizando a DEPG Interim e atesta a sua eficiência, conforme explica Antônio Grisi, dono da propriedade.

“Nós tínhamos uma decisão importante a ser tomada em relação a um lote de vendas e a predição dos bezerros através da DEPG Interim nos assessorou muito, uma vez que, com a saída do sumário, vimos uma aderência muito grande nos resultados”, comenta.

E não é só no Brasil que a DEPG Interim está sendo utilizada. A Fazenda Toda Uma Vida, na Bolívia, que utiliza avaliação genética da ANCP há quase 20 anos, também vem colhendo bons resultados com a nova tecnologia.

“É uma ferramenta interessante, porque é possível fazer a avaliação genômica a qualquer momento, não sendo necessário esperar o próximo sumário. Ela é rápida e eficiente para fazer a seleção de nossos reprodutores”, avalia o gerente da propriedade, Grover Ibañez.

Fernando Baldi enfatiza que a nova ferramenta não deve substituir a DEP Genômica das avaliações oficiais do cronograma da ANCP.

“A DEPG Interim é altamente correlacionada com a DEP Genômica da avaliação oficial, portanto, a classificação dos animais baseada nas duas DEPs deve ser muito próxima para todas as características consideradas na ANCP”, conclui.

Fonte: Ascom ANCP

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO | Ele quer todo gado na sombra

VEJA os destaques da edição de maio e o Especial Instalações e Equipamentos; na capa, a Agropastoril Campanelli investe em cobertura metálica dos currais e comprova ganho de mais de meia arroba por animal engordado na sombra

Revista DBO | Ele quer todo gado na sombra

VEJA os destaques da edição de maio e o Especial Instalações e Equipamentos; na capa, a Agropastoril Campanelli investe em cobertura metálica dos currais e comprova ganho de mais de meia arroba por animal engordado na sombra

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.