Aumento da demanda valoriza farelo de soja

Segundo Cepea, preços do derivado atingiram os maiores patamares desde 2016 em grande parte das regiões

Com a baixa disponibilidade de soja no mercado brasileiro e o menor processamento na Argentina, a procura por farelo de soja se sobrepôs à oferta no início de fevereiro, de acordo com pesquisadores do Cepea. Neste cenário, os valores do derivado subiram de forma expressiva nos Estados Unidos e no Brasil, principais concorrentes da Argentina nas exportações do farelo. Os valores do grão também subiram nos mercados norte-americano e brasileiro.

No Brasil, segundo dados do Cepea, os preços do farelo atingiram os maiores patamares desde 2016 em grande parte das regiões acompanhadas pelo Cepea. Quanto ao grão, o Indicador Esalq/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) subiu 4,3% na parcial de fevereiro (até o dia 16), a R$ 74,75/saca de 60 kg na sexta-feira, 16. O Indicador Cepea/Esalq Paraná avançou 4,06% no mesmo comparativo, a R$ 69,64/sc de 60 kg no dia 16. 

Continue a leitura após o anúncio
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO