Menu
Menu

Bembras Agro firma parceria com a AES Eletropaulo

Empresa fornecerá pacote tecnologico para o monitoramento das torres e linhas de transmissão de energia da AES Eletropaulo

O verão é uma estação marcada pela chegada das águas e chuvas constantes são predominantes em praticamente todo o País. Esses temporais muitas vezes acompanhados de raios e diversas descargas elétricas acabam afetando as linhas de transmissão de energia, causando muitas vezes apagões e grandes transtornos a toda a população, tanto do campo quanto da cidade. Essa manutenção é realizada por profissionais treinados que por meio de helicópteros sobrevoam as áreas e tentam de modo visual identificar o problema.

Para ajudar em prognósticos mais precisos e diminuir os riscos dos profissionais no campo, a Bembras Agro acaba de fechar uma parceria com a distribuidora de energia da cidade de São Paulo e municípios da região Metropolitana do Estado, a AES Eletropaulo. A empresa paulista fornecerá a companhia os drones e softwares de alta tecnologia para monitoramento das torres e linhas de transmissão de energia, que, em sua maioria, ficam em áreas rurais. .

“O trabalho é feito hoje com helicópteros e tem forte impacto ambiental devido ao consumo de combustível, grande gasto com mão de obra, além do risco de vida, que é o fator principal. O profissional fica do lado de fora fazendo esse mapeamento com binóculo e outros equipamentos. É uma atividade extremamente arriscada e que certamente está entre as mais perigosas do mundo”, diz Jean Sereni, diretor administrativo da Bembras Agro.

Além de mais segurança e precisão nas informações que norteará as tomadas de decisões, a utilização do drone proporciona uma redução expressiva nos gastos. Enquanto por exemplo, uma hora de voo de helicóptero custa em média R$ 5.000, com combustível, o mesmo período com drone terá apenas o gasto de descarregamento de energia das baterias. “Estamos calculando uma economia em torno de 95%”, diz o diretor.

Além da tecnologia, drone e software da empresa americana DroneDeploy, parceira e pioneira no monitoramento em redes elétricas atuante em 126 países, a Bembras oferece ainda manutenção dos equipamentos, reposição de peças e também a capacitação e treinamento para os técnicos designados pela companhia para poderem executar o trabalho em campo.

“De início, o trabalho será feito nas áreas não urbanas até as equipes terem uma condição plena no manuseio do drone para não correr risco de haver acidentes com pessoas. Esses são os locais típicos de uso praticamente 100% rural. São mais de 6.000 torres no campo e a ideia é mapear 100% com drones”, destaca Sereni.

Por se tratarem de áreas rurais, com a adoção de drones no monitoramento das redes elétricas, os produtores terão benefícios diretos e indiretos. Além, de passarem a contar com tecnologias modernas e que vão garantir que a manutenção das redes elétricas que abastecem suas propriedades, será melhor executada, o risco de ficarem sem energia nas propriedades ainda diminui.

Somado a isso, a propriedade terá também como benefício a menor movimentação de helicópteros sobrevoando a fazenda, impactando nos riscos de acidentes e incêndios. No caso de criadores de gado, por exemplo, o barulho ocasionado com o grande tráfego aéreo sobre o pasto, pode estressar os animais e comprometer a produtividade. “O drone é extremamente silencioso e executa o trabalho com mais agilidade e precisão. Nossa ideia é mostrar que essa tecnologia tem grande potencial e pode ser estendida e outros estados de todo o País”, diz Sereni.
 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Invista no básico bem feito

Pecuaristas, mesmo tecnificados, ainda pecam no manejo por não fazer planejamento, estabelecer metas e criar calendário de ações.

Café com frio

Especialista dá dicas de como evitar problemas com o frio no cafezal, cultura que gosta de “cabeça quente e pés frios”

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×
×

Carrinho