BNDES suspende pedidos de financiamento para Moderagro

Alto nível de comprometimento dos recursos disponíveis levou à medida, que afeta linha de crédito do Plano Safra 2020/2021
Logotipo do BNDES na sede da instituição, no Rio. Foto: Pilar Olivares/Reuters

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) comunicou a suspensão de novos financiamentos para mais uma linha do Plano Safra 2020/21: o Moderagro, ou Programa de Modernização da Agricultura e Conservação dos Recursos Naturais. Segundo o aviso 49/2020, publicado no site do banco de fomento, estão suspensos, a partir de 9 de outubro, pedidos de novos financiamentos para o Moderagro “em razão do nível de comprometimento dos recursos disponíveis no aludido programa, para o ano agrícola 2020/21“.

No dia 6 de outubro, o Ministério da Agricultura havia informado que a contratação de crédito rural entre julho e setembro já somou R$ 73,8 bilhões, ou 28% a mais que nos três primeiros meses do ano-safra 2019/20. Só para o Moderagro, foram contratados R$ 658 milhões – embora no dia de lançamento do Plano Safra 2020/21, em 17 de junho, os recursos anunciados para esta linha pelo governo federal fossem de R$ 1,45 bilhão, ou 20,8% maiores ante o ciclo passado.

Recentemente, no fim de setembro, o BNDES já havia suspendido novos pedidos de financiamento para o Pronamp Investimento (destinado ao médio produtor rural), algumas linhas do Pronaf (programa voltado ao produtor familiar) e também o Inovagro (linha destinada à inovação agropecuária).

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.