Boi gordo pode voltar a subir com escalas de abate menores

As programações de abates dos frigoríficos encurtaram e o valor da arroba do boi gordo pode passar por reajustes, prevê nesta manhã de terça-feira a Agrifatto.

Segundo a consultoria, a indústria está tendo dificuldade em fechar negócios com os pecuaristas, o que explica a retração nas escalas de abate.

Continue a leitura após o anúncio

Na média de maio último, as escalas giravam acima de 7,5 dias nas praças pesquisadas pela Agrifatto, e agora atendem a 5,3 dias.

“A estratégia de compra dos frigoríficos não parece surtir efeito, posto que os pecuaristas evitam entregar animais nas indicações atuais. Assim, os preços podem reagir no curto prazo”, avalia a consultoria.

Ontem, o indicador Esalq/B3/Cepea ficou em R$ 146,10/@, alta de 0,86% ante o fechamento anterior.

Confira esta e outras notícias de mercado na coluna “Dia a dia do mercado pecuário”

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO