Ipea: Arroba do boi gordo registra valorização de 52,4% no primeiro trimestre de 2021

A valorização da arroba foi impulsionada especialmente pela continuidade da restrição de animais para abate

No primeiro trimestre de 2021, o preço do boi gordo registrou valorização de 52,4%, na comparação com o mesmo período do ano passado. Já na comparação com o quarto trimestre de 2020, o boi gordo teve alta 10,3%.

A análise faz parte da nota de conjuntura Mercados e Preços Agropecuários, divulgada hoje (29/4) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP) e com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

De acordo com o boletim, a alta foi impulsionada especialmente pela continuidade da restrição de animais para abate. O bom desempenho das exportações, especialmente em março, também influenciou as elevações nos valores da arroba.

As vendas externas seguem aquecidas, tendo em vista os envios à China, que voltou a registrar casos de peste suína africana (PSA) em março – novos surtos não eram reportados no país asiático desde agosto do ano passado. Vale mencionar que o preço elevado da arroba do boi gordo não significa alta rentabilidade no campo. A valorização considerável e contínua de importantes insumos pecuários, como os animais de reposição e os grãos, pode limitar – e até mesmo comprometer – a margem do produtor“, informa a nota conjunta.

No caso dos frigoríficos, os que trabalham com o mercado doméstico também indicam estar com margens apertadas, tendo em vista as dificuldades no repasse à proteína negociada no mercado atacadista.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou uma estimativa de aumento de 2% no volume de carne exportada em 2021, o que equivale a 11,1 milhões de toneladas a mais que em 2020.

As projeções da instituição americana destaca os embarques no Brasil, na Índia e nos Estados Unidos, que compensaram a queda prevista na Argentina, na Austrália e na Nova Zelândia.

Conforme o Ipea, esse aumento sinaliza uma demanda internacional aquecida e pode ter sido uma das razões para a alta do preço da arroba a partir de fevereiro. No entanto, os preços estão variando em torno da média dos últimos cinco anos.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.