Boi gordo vai embalado na calmaria

De acordo com a Scot Consultoria, em São Paulo, por exemplo, não houve progresso na escala de abate

O mercado do boi gordo atravessou a terça-feira (26/5) em uma calmaria absoluta em relação aos preços praticados nesta segunda. É o que mostra o acompanhamento de mercado realizado pela Scot Consultoria. De acordo com os dados de fechamento do mercado, com uma única exceção, onde houve alteração de preços eles foram para cima. A exceção foi o Triângulo Mineiro.

Das 32 praças nas quais a Scot colhe cotações, as seis em os preços subiram foram: Três Lagoas (MS, o norte de Mato Grosso, oeste do Maranhão, Alagoas, Marabá (PA) e sudeste de Rondônia.

Continue a leitura após o anúncio

Nas praças que mantiveram as cotações inalteradas, o preço de referência para São Paulo, nos municípios de Araçatuba e Barreros, é de R$ 192 a arroba para pagamento em 30 dias. De acordo com a Scot “em São Paulo, o quadro é de baixa movimentação no mercado do boi gordo, com pouca oferta de boiada e sem progressos na escala de abate”.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Relacionado

Conteúdo original Revista DBO