Bolsa de Cereais de Buenos Aires reduz estimativa de produção de soja na Argentina

Em boletim semanal, a Bolsa disse que os rendimentos nas áreas colhidas até agora estão abaixo das expectativas iniciais e das médias históricas

A Bolsa de Cereais de Buenos Aires reduziu sua estimativa para a produção de soja na Argentina em 2020/21, de 44 milhões para 43 milhões de toneladas. Em boletim semanal, a Bolsa disse que os rendimentos nas áreas colhidas até agora estão abaixo das expectativas iniciais e das médias históricas, o que motivou a revisão.

A colheita atingiu 3,5% da área semeada, um avanço de 2,6 pontos porcentuais na semana. No Noroeste e Nordeste do país, onde se concentra mais de 17% de toda a área plantada, o desenvolvimento das lavouras é bastante heterogêneo e o rendimento esperado deve ficar abaixo das médias históricas, disse a Bolsa.

A parcela da safra em condição boa ou excelente aumentou levemente na semana, de 8% para 9%, disse a Bolsa. Já a parcela em condição regular ou ruim diminuiu de 33% para 32%.

A colheita de milho na Argentina alcançou 12% da área plantada, um avanço de 4,1 pontos porcentuais ante a semana anterior, disse a Bolsa. As boas condições climáticas permitiram um maior avanço dos trabalhos, principalmente nas províncias de Entre Rios, Córdoba, Santa Fé e Buenos Aires. Nas lavouras implantadas mais cedo, o rendimento continua abaixo do verificado no ciclo anterior. A estimativa de produção nacional foi mantida em 45 milhões de toneladas.

De acordo com a Bolsa, a parcela da safra em condição boa ou excelente aumentou de 27% para 30% na semana. A parcela em condição regular ou ruim diminuiu de 19% para 18%.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO: Comida feita em casa

VEJA os destaques da edição de maio e o especial Instalações e Equipamentos; na capa, a alta nos custos da nutrição incentivam pecuaristas para investimentos em fábrica de ração

Revista DBO: Comida feita em casa

VEJA os destaques da edição de maio e o especial Instalações e Equipamentos; na capa, a alta nos custos da nutrição incentivam pecuaristas para investimentos em fábrica de ração

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.