[full-banner-1170-x-134-home-geral1]

Bom ganho de peso das bezerras antes da desmama favorece prenhez precoce

Novas descobertas na precocidade sexual mostram que a DEP de Probabilidade de Parto Precoce deve encabeçar lista de prioridades na seleção de fêmeas e também a nutrição na fase pré-desmama

Plantel da Bacuri valida metodologia de seleção utilizada para avaliar fêmeas precoces no Programa Nelore Brasil

Por Carolina Rodrigues

No final de 2019, o criador Gabriel Seraphico Peixoto, selecionador de Nelore há quase três décadas na Fazenda Bacuri, em Barretos, SP, procurou a ANCP (Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores) preocupado com as DEPs de precocidade sexual do seu rebanho. A dúvida era se essas DEPs, hoje numerosas no Programa Nelore Brasil, serviam, de fato, adequadas para identificar fêmeas precoces a cada safra, já que, mesmo com a genética precoce introduzida de forma sistêmica na fazenda ao longo de 20 anos, era grande a proporção de novilhas bem avaliadas na característica que não emprenhavam quando desafiadas precocemente. Exatos 48%.

Com o questionamento em mãos, a ANCP iniciou um estudo com 613 novilhas Bacuri, para entender porque a genética validada pelas DEPs não se expressava de forma direta no fenótipo dos animais. A entidade fez uma análise comparativa entre as fêmeas que emprenharam e as que ficaram vazias nos últimos quatro anos, correlacionando diferentes DEPs ponderadas no programa de melhoramento para discriminar as variáveis que mais haviam impactado a expressão da precocidade.

A constatação, já esperada, foi de que, dentre as quase 20 DEPs consideradas no estudo – relacionadas a características de crescimento, habilidade maternal, fertilidade, carcaça e escores visuais –, aquela que mais aumentou a probabilidade da fêmea emprenhar precocemente, manter a gestação e parir um bezerro até 30 meses de idade foi a Probabilidade de Parto Precoce (3P). Na sequência, vieram as DEPs de acabamento de carcaça e peso aos 365 dias (crescimento pós-desmame), porém, sem efeito estatístico considerável.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print

Veja também: