Bovitech lança aplicativo para controle da suplementação a pasto

Via celular, sistema indica aos empregados a quantidade, a data e os cochos onde devem fazer a suplementação com salga

Depois de lançar um sistema de gestão para fazendas de gado de corte em setembro, a Bovitech, uma divisão da Ideagri, começa a expandir sua plataforma de produtos voltados para o setor com o lançamento do Bovitech Salga, um aplicativo de fácil utilização, que pode ser adquirido de forma independente do sistema de gestão e que permite, via celular, que o produtor ou o operador realizem um controle real da suplementação a pasto dos animais, a chamada “salga”.

O lançamento oficial acontece no próximo dia 29 de novembro, em Cuiabá (MT), a partir das 15h (horário de Brasília), em formato híbrido, sendo presencial para alguns convidados, mas com transmissão pelo YouTube da Bovitech.

O evento contará com a presença de Vilson Simon, empreendedor do setor de alimentos e membro do Conselho de Administração da Rúmina, que fará uma palestra sobre “O Futuro da pecuária de corte no mundo”.

Outra participante será a CEO da Agriffato e colunista da Forbes, Lygia Pimentel, que falará sobre “Como a pecuária se tornou mais desafiadora”.

Outro convidado do lançamento será o CEO do Beefpoint e Agritalento, Miguel Cavalcanti, que fará uma palestra com o tema “Pecuária de corte: quem tem passado tem futuro – Empreendedorismo, gestão e liderança”.

Participam ainda do evento os pecuaristas e digital influencers Andressa Biata e Arthur Toledo, que usaram o produto em primeira mão, trarão a experiência de utilização do sistema. Por fim, Paulo Eugenio, da equipe de corte da Rehagro, fará uma palestra sobre gestão.

Além do lançamento do Bovitech Salga, o encontro será uma oportunidade para os os convidados e expectadores conhecerem o programa de afiliação voltado para profissionais do mercado, chamado Laço Forte.

O programa otimiza as relações comerciais na pecuária de corte, oferecendo benefícios exclusivos a parceiros que oferecem a seus clientes as soluções em tecnologia disponíveis na Bovitech.

Segundo Gabriel Toledo, diretor de operações do Bovitech, além da inédita funcionalidade que oferece, o Bovitech Salga é um produto inédito desde a sua concepção.

Foto: Divulgação

“Ele foi desenhado para ser fácil de usar pelo gestor, que cuida dos custos e do desempenho dos animais, e pelo operador, que faz a reposição dos produtos no cocho”, explica. “É simples para imputar os dados, para acessar as informações e para entender o que tem de ser feito”, diz ele, que aponta que essa comunicação direta e clara amplifica o benefício do aplicativo.

“A gestão do processo de suplementação a pasto é importante, visto que o suplemento pode representar até 50% do custo da arroba produzida a pasto. Quando a salga é mal executada, o produtor perde desempenho dos animais, impactando negativamente o ganho médio diário (GMD) e taxa de prenhez dos animais”, indica Toledo. “Se não gerenciar a operação de salga, o produtor corre um grande risco de perder dinheiro, ou de não ter o retorno esperado do seu investimento”, diz o executivo.

O aplicativo opera com base em cinco índices imputados no sistema: tipo de suplemento usado, peso do gado no pasto, número de animais, leitura de cocho e a frequência do abastecimento do cocho e a frequência da salga.

Com esses dados, o aplicativo agrega informações importantes para o gestor da fazenda, como o consumo médio diário de suplementação por fase ou categoria dos animais, ou por tipo de produto ou pasto.

Ele também pode fazer a gestão do estoque dos produtos e a gestão do número de animais por fase ou categoria, além de indicar os cochos com salga atrasada.

Já o funcionário que opera no campo fica sabendo quais pastos precisa salgar, qual dia deve ser feita a salga e quantos sacos colocar no cocho. Ele ainda pode realizar a leitura de cocho com o registro da salga feita, além de ter a visualização dos pastos da fazenda com o número de animais por pasto.

“Vai facilitar muito o trabalho exatamente do funcionário que tem um impacto direto na eficiência da salga”, opina Toledo. “Hoje, eles não sabem ou não têm como calcular a quantidade correta de suplemento que precisam pôr no cocho e realizam essa operação de forma empírica, com base no seu conhecimento prático, e a consequência é que pode faltar produto no cocho”, diz ele.

Segundo Toledo, existem fatores que dificultam o controle da quantidade e a frequência do abastecimento dos cochos. Quanto mais intenso for o sistema de produção na fazenda, por exemplo, mais importante e complexo se tornam o processo de suplementação a pasto.

“Quando muda a suplementação de um suplemento mineral, por exemplo, para um proteico, mudam as quantidades e, se essa conta não for feita, os cochos ficarão vazios e o ganho de peso ou a taxa de prenhez serão fortemente comprometidos. O Bovitech Salga calcula tudo e avisa o operador quando ele deve repor o produto nos cochos e elimina esse risco”, exemplifica ele.

Segundo Gabriel Toledo, o custo do aplicativo varia de acordo com o rebanho, mas é baixo. “Custando próximo a R$ 1,80 por animal por ano”, indica ele.

“É comum no dia a dia da fazenda encontrar cochos vazios e, geralmente, de 3 a 5 dias por mês, os animais ficam sem produto. Se somarmos isso no ano, temos em média 40 dias sem suplementação, o que impacta muito o GMD ou a taxa de prenhez. Se o produtor fizer o cálculo vai ver que 40 dias de cocho vazio por ano podem custar 10 vezes o valor do aplicativo”, calcula Toledo. “Se fizer a conta certa, o produtor vai ver que o Bovitech Salga é um investimento que vale a pena pelo retorno: ele se paga muitas vezes”, diz o executivo.

Mais informações sobre o Bovitech Salga: https://bovitech.com.br/bovitech-salga/

SERVIÇO

Lançamento Bovitech Salga

Data: 29/11 (segunda-feira)

Horário: 15h (horário de Brasília)

Inscrições: https://bit.ly/3layf8e

Fonte: Ascom Bovitech

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

No embalo do mercado

Confira os destaques da edição de dezembro; na capa, fazenda da BRPec Agropecuária, com mais de 130 mil ha no MS, trocou o ciclo completo pela cria, mas mantém estrutura para virar a chave se o cenário mudar

No embalo do mercado

Confira os destaques da edição de dezembro; na capa, fazenda da BRPec Agropecuária, com mais de 130 mil ha no MS, trocou o ciclo completo pela cria, mas mantém estrutura para virar a chave se o cenário mudar

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.