Brasil exporta 3,2 milhões de sacas de café em agosto, diz Cecafé

Receita recuou 19,2% no período, para US$ 398,4 milhões

As exportações de café verde, solúvel e torrado & moído do Brasil em agosto caíram 9,5% em relação a igual mês de 2018, com embarque de 3,2 milhões de sacas de 60 quilos, informou nesta terça-feira, 10, o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

A receita recuou 19,2% no período, para US$ 398,4 milhões. O preço médio foi 10,8% inferior ao de agosto do ano passado, de US$ 124,20/saca. “O volume das exportações registrado em agosto foi bastante positivo e indica que fecharemos o ano civil com uma excelente performance”, disse em nota o presidente do Cecafé, Nelson Carvalhaes.

Continue a leitura após o anúncio

“É importante destacar que os cinco principais países compradores apresentaram um aumento de 30% de volume importado no acumulado de janeiro a agosto, em relação ao mesmo período no ano passado. Isso significa que o café brasileiro vem ampliando seu espaço no exterior, recuperando o mercado e reforçando seu reconhecimento como café de alta qualidade e de produção totalmente focada na sustentabilidade.”

No mês que passou o café arábica correspondeu a 75,8% do volume total exportado; seguido pelo conilon (robusta), com 14,4%. O solúvel respondeu por 9,8% das exportações. No acumulado de janeiro a agosto, o volume total de café exportado é de 27 milhões de sacas, aumento de 30,8% em relação ao mesmo período de 2018.

Segundo o Cecafé, é o maior volume exportado no período nos últimos cinco anos. Também no acumulado dos oito primeiros meses do ano, a receita cambial subiu 7,3%, para US$ 3,4 bilhões.

“É válido destacar também que nos últimos 12 meses o Brasil exportou 42 milhões de sacas sinalizando recorde histórico de exportações de café para este ano”, diz nota do Cecafé.

O principal destino para o café brasileiro entre janeiro e agosto foram os Estados Unidos (5,1 milhões de sacas, 19% do total exportado), seguidos por Alemanha (4,4 milhões de sacas, 16,3% do total) e Itália (2,5 milhões de sacas, 9,1% de participação).

Em café diferenciado, o País exportou 5 milhões de sacas desde janeiro, aumento de 46,3% em relação a 2018. A receita cambial no período foi de US$ 789 milhões, 23,4% do total gerado pelo Brasil com exportações.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO