Brasil quase dobra exportação de açúcar em julho

Vendas internacionais de açúcar brasileiro cresceram 91% em quantidade e 83% em receita no mês
Foto: Divulgação/APPA

O Brasil quase dobrou a exportação de açúcar em julho, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia. As vendas internacionais de açúcar cresceram 83% em valor e 91% em volume sobre o mesmo mês de 2019.

Foram embarcadas em julho passado 3,4 milhões de toneladas de açúcares e melaço do Brasil contra 1,8 milhão de toneladas no mesmo mês de 2019. A receita obtida alcançou US$ 964,3 milhões, quase o dobro dos US$ 528 milhões anteriores.

Continue a leitura após o anúncio

Houve queda no preço. Se em julho do ano passado, o Brasil exportou a tonelada do produto por US$ 289,9, no mesmo mês deste ano, ela foi comercializada por US$ 276,5. Por isso, o avanço na receita da exportação foi menor do que a alta das vendas em quantidade.

Entre os mercados que compraram mais açúcar do Brasil em julho estiveram Ásia, Oceania e África. Pela média diária, o Brasil obteve receita 131% maior com as vendas de açúcar para a Ásia, 3.867% maior na exportação para a Oceania e 86,7% maior para a África.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO