Brasil vai exportar embriões bovinos ao Equador

País já é um dos maiores importadores de sêmen de raças de corte e leite de rebanhos brasileiros
Foto: Alcides Okubo Filho

O Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), recebeu nesta quarta-feira, 13 de junho, a confirmação de que o Equador vai importar embriões bovinos in vivo (desenvolvidos no ventre da mãe) e in vitro (em laboratório) do Brasil. O comunicado foi feito pelo serviço sanitário daquele país: Agencia Ecuatoriana de Aseguramiento de la Calidad del Agro – Agrocalidad/Equador.

A exportação de embriões bovinos in vitro é relativamente uma novidade no Brasil, tendo iniciado em agosto de 2016. Antes dessa data, não havia acordo sanitário para viabilizar esse comércio, que envolve produto de alto valor agregado pela tecnologia empregada. Atualmente, o Brasil já vende esses embriões ao Paraguai, à Bolívia, ao Uruguai, à Argentina e para a Colômbia.

O mercado equatoriano é um dos maiores importadores de sêmen bovino do Brasil, destinando o material para o melhoramento dos rebanhos de corte e leiteiro. Com o acordo, produtores do Equador terão acesso a mais um tipo de material de multiplicação animal. Existe a expectativa de que os equatorianos importem grande volume de embriões bovinos produzidos nas centrais de coleta e processamento de material genético bovino registradas no Mapa.

Fonte: Mapa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

DNA de gestora

Quem observa a médica veterinária Carine Letícia Schneider Faifer (29 anos) em frente a uma das poucas escolinhas infantis de Chapadão do Céu (cidade goiana

Uma jovem pioneira

Aos 21 anos, Maria Vitória Faé Proença já é pecuarista famosa em Santa Catarina. Ela é dona da Fazenda Vitória, em Rio das Antas (207

Que modelo sucessório adotar?

Não são poucas as dúvidas das famílias rurais quando o assunto é sucessão. Além da delicadeza da questão, definir qual modelo adotar não é tarefa

Fechar Menu
×

Carrinho