Carne bovina registra nova alta de preços no atacado

Comportamento altista é guiado pela recomposição de estoques no varejo após greve dos caminhoneiros
Foto: Pixabay

O mercado de carne bovina sem osso no atacado completou a nona semana de alta consecutiva. Os preços estão 4% maiores que há um mês e 5,7% acima do registrado um ano atrás. Na comparação com a primeira quinzena de junho de 2016, a alta é de 8,7%.

Estas valorizações anuais superam a inflação acumulada pelo IGP-DI nestes períodos. Nos últimos dois anos, nos acompanhamentos semanais, as valorizações raramente eram maiores que o avanço da inflação.

Este comportamento altista ainda é guiado pela busca dos varejistas em “normalizar” os estoques depois da greve dos caminhoneiros. As vendas, ao que parece, perderam a força. A carne com osso, por exemplo, mais sensível às variações de demanda, ficou 4,3% mais barata na última semana.

A situação para ser melhor para as indústrias. As margens de comercialização já se aproximam dos 30%, patamar antes visto somente em 2017, época em que a diferença entre a receita e o preço pago pelo boi gordo foi recorde.

Fonte: Scot Consultoria

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.