Menu
Menu

Carne sem osso atinge seu maior preço do ano no atacado

Movimento é puxada pela menor oferta de gado terminado e aquecimento das vendas para o fim de ano
Foto: Pixabay

O preço da carne sem osso vendida pelos frigoríficos acumula alta de 5,5% desde o início de novembro, ou seja, são cinco semanas seguidas de ajustes positivos. Com as valorizações, a média de preço de todos os cortes atingiu o maior patamar desde o começo deste ano (em valores nominais).

Vendendo a carne mais cara, a margem de comercialização dos frigoríficos também aumentou. Atualmente a diferença entre o preço pago pela matéria-prima (boi gordo) e o preço recebido pelos produtos vendidos (carne, miúdos e subprodutos) está em 22,8%.

Esta margem das indústrias é a maior desde o começo de agosto, e ainda poderia ser superior se não fossem as recentes altas nas referências do boi gordo. Nos últimos sete dias, por exemplo, apesar do preço da carne ter subido 1,61%, a cotação da arroba subiu 0,7%.

O preço da carne com osso está alinhado com esse cenário. Tomando o traseiro como exemplo, os preços atuais (R$12,85/kg) desta parte da carcaça estão 11,7% mais caros do que no mesmo período em novembro (R$11,50/kg).

Esses movimentos acontecem pela associação da menor oferta de boiadas terminas e do sazonal aquecimento das compras por parte do varejo, que começa a fazer estoques para o consumo mais intenso de final de ano.

Fonte: Scot Consultoria

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Produtores já estão testando novo modelo de produção de novilhas

A Agropecuária JBJ, de GO, e a Fazenda Rancho Fundo, do MS, suplementam as fêmeas desde bezerras para desafiá-las na IATF aos 13-14 meses.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

“Precocinhas” Nelore no confinamento

Os sistemas de produção de novilhas precoces também abrem caminho para a engorda dessas fêmeas para venda bonificada a programas de carne de qualidade.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Novilhas Nelore sob holofotes

Elas são as novas estrelas da pecuária, graças aos avanços em precocidade com prenhez aos 13-14 meses, e valorização nos projetos de carne gourmet. Agora, elas também são objeto de pesquisa da Apta-Colina para o desenvolvimento de sistema específico de produção, a exemplo do programa do Boi 7-7-7.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Café com frio

Especialista dá dicas de como evitar problemas com o frio no cafezal, cultura que gosta de “cabeça quente e pés frios”

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×
×

Carrinho