Charolês: Santa Catarina recebeu a 4ª edição do concurso de carcaças

Evento foi promovido pelo Programa Carne Charolês Certificada e pelo Frigorífico Verdi com o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Charolês e da Associação Catarinense de Criadores de Charolês

A 4ª edição do Concurso de Carcaças Carne Charolês Certificada foi realizada em 10 de dezembro nas dependências do Frigorífico Verdi, em Pouso Redondo (SC).

O evento avaliou fêmeas e machos, seguindo os seguintes critérios: padrão racial, uniformidade, maturidade (idade), escore de acabamento, conformação de carcaça e peso de carcaça quente, além de aspectos sanitários, avaliados individualmente dentro do lote, contribuindo cada animal para a média final dos lotes participantes.

Para participar, os animais precisavam ser definidos da raça Charolês ou com, no mínimo, 50% sangue Charolês, ou seja, suas cruzas com raças continentais, britânicas ou zebuínas em lotes compostos por 10 a 15 animais de pelagem branca, baia/amarela/creme ou baia com cabeça e ventre claro ou ainda fumaça (cinza claro).

Foto: Divulgação

Foi permitida a participação de animais dente de leite até dois dentes para fêmeas, e machos castrados e de animais somente dente de leite para machos inteiros. Neste ano, não houve a participação de machos castrados.

Nas fêmeas, o vencedor foi o lote composto por 10 animais dente de leite, com peso médio de carcaça de 249,2 kg, do criador Gilvani Parisi (Tangará, SC).

Entre os machos inteiros, o 1º lugar foi o lote composto por 10 animais dente de leite, com peso médio de carcaça de 338,9 kg do criador João Carlos Randon (Tangará, SC). Em 2º lugar, o lote de 11 animais, todos dente de leite, com peso médio de carcaça de 307,1 kg, do criador Gilvani Parisi.

De acordo com o coordenador do Programa Carne Charolês Certificada, o engenheiro agrônomo Eldomar Kommers, a qualidade dos lotes participantes foi excelente. “Eram lotes excepcionais e que demonstraram o diferencial do Charolês que é produzir carcaças pesadas, bem acabadas e com carne de muita qualidade” afirmou.

Fonte: Ascom ABCC / Nathã Carvalho

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.