Chegada das chuvas favorece pastagem, mas exige cuidados

Precipitações também beneficiam um maior desenvolvimento de plantas invasoras

Por Prof. Dr. Sergio De Zen e Giovanni Penazzi

Com a chegada do período das chuvas na maior parte do Brasil, as pastagens são favorecidas, elevando a capacidade de suporte de animais. Por outro lado, as precipitações também beneficiam um maior desenvolvimento de plantas invasoras, que competem com as forrageiras por luz e nutrientes, reduzindo a produtividade dos sistemas pecuários de produção a pasto.

Continue a leitura após o anúncio

Assim, para manter os índices produtivos, é indicado que os pecuaristas, com o apoio de profissionais especializados, planejem um protocolo de manejo de pastagem, sendo o controle de plantas daninhas uma das etapas a ser executada. O uso de defensivos agrícolas é o método mais difundido no País, sendo que o seu uso racional tem alta eficiência.

Segundo levantamentos de preços de insumos realizados por meio do Projeto Campo Futuro, parceria entre o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, e a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária), na média Brasil, a maior parte dos defensivos agrícolas tiveram quedas reais entre outubro de 2013 e 2018, ou seja, ficaram abaixo da inflação para o mesmo período (IGP-DI).

Entre os cenários do Campo Futuro são observados basicamente dois formatos de controle de plantas daninhas: catação, tradicionalmente feito a pé com bomba costal; e a aplicação em área total, de forma tratorizada. No primeiro caso, além dos custos com a aplicação de herbicida, há, também, os gastos com a mão de obra. Já no segundo, contabilizam-se a mão de obra, os gastos com hora-máquina, combustível e hora-implemento.

Para comparar esses dois métodos, assumiu-se um cenário com a aplicação de dois litros de herbicida 2,4-D + Picloram em área total, e o controle localizado de daninhas em três níveis de infestação, equivalente ao gasto de, respectivamente, uma, duas ou três bombas costais contendo, nesta ordem, um total de 200 ml, 400 ml e 600 ml de produto por hectare, e meia diária por hectare a cada bomba costal utilizada.

Para a aplicação em área total, calculou-se um gasto total de R$ 79,60/hectare, (assumindo-se um rendimento de 5 hectares por hora), contra R$ 31,89, R$ 63,77 e R$ 95,66/hectare, respectivamente, para os cenários com controle localizado (assumindo-se que uma diária de 8 horas custe R$ 50,00). Em termos de arrobas, tais atividades seriam justificadas pela queda de produtividade de 0,53 arroba/hectare, no caso do controle em área total, contra 0,21, 0,43 e 0,64 arroba/hectare, no caso do controle localizado (aqui foi considerada uma arroba de R$ 149,04, média de outubro do Indicador do Boi Gordo Esalq/BM&FBovespa).

Desta forma, a decisão de controlar plantas daninhas em área total ou de forma localizada deve ser tomada pelo produtor com base no nível de infestação da área, uma vez que um maior gasto de produtos por área pode ser compensado pelo aumento na eficiência do uso da mão de obra.

Fonte: Cepea

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print
2742961

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Notícias relacionadas:

TV DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Todos direitos reservados @ 2019 | Rua Dona Germaine Burchard, 229 | Bairro de Perdizes, São Paulo-SP

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
×
×

Carrinho

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Cadastre-se e receba nossas notícias

Todos os dias no seu e-mail melhor conteúdo do agronegócio. 

Quais newsletter você gostaria de receber?
Notícias diárias (resumo do dia)Jornal de Leilões (semanal)