China simplifica processo para importar carne brasileira

No ano passado, o Brasil exportou US$ 2.593 bilhões em carnes para o gigante asiático.

Exportadores brasileiros de carne comemoram mais uma boa notícia que chega ao país. Depois da Coreia do Sul que acaba de credenciar mais nove estabelecimentos exportadores, outra notícia favorável vem também do Oriente. A China, país que registra o maior volume de compras da carne do Brasil – foram mais de 17% do total das nossas exportações em 20148, com US$ 2,593 bilhões –  adota nova decisão, que deve facilitar o desembarque da carne brasileira por lá.

O Ministério da Agricultura informou nesta quinta-feira, 28 de fevereiro, que a autoridade sanitária da China decidiu atender um pedido do Brasil. Está aprovado um novo formato de credenciamento de veterinários oficiais aptos a assinar Certificados Sanitários Internacionais (CSI) para aquele país. “Com as novas regras, em vez de cada auditor fiscal federal agropecuário poder assinar CSIs apenas por um estabelecimento específico, é criada uma lista única de veterinários habilitados para emissão de certificados sanitários internacionais em qualquer um deles desde que esteja habilitado pela China”, disse o ministério em nota.

De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais, a medida deve reduzir significativamente a chance de retenções de carregamentos brasileiros em portos chineses em função de divergências entre as assinaturas constantes na lista e nos CSIs emitidos pelo Ministério. Ainda conforme a pasta, as novas regras valem para carnes bovina, suína e de aves.

Portal DBO com ESTADÃO CONTEÚDO.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Uma jovem pioneira

Aos 21 anos, Maria Vitória Faé Proença já é pecuarista famosa em Santa Catarina. Ela é dona da Fazenda Vitória, em Rio das Antas (207

Que modelo sucessório adotar?

Não são poucas as dúvidas das famílias rurais quando o assunto é sucessão. Além da delicadeza da questão, definir qual modelo adotar não é tarefa

Fechar Menu
×

Carrinho