Menu
Menu

CNA espera crescimento de 3,5% no PIB agropecuário em 2019

Entidade destaca a melhora do cenário econômico, com o avanço nos debates sobre as reformas da previdência e tributária
Foto: divulgação/John Deere.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) divulgou nota nesta quinta-feira destacando que o processo eleitoral e fatores climáticos prejudicaram o desempenho do setor agropecuário em 2018, pressionando o PIB do setor no período. Segundo a entidade, a melhora do cenário econômico para o país, com o avanço nos debates sobre as reformas da previdência e tributária, deve contribuir para um crescimento de 3,5% na agropecuária em 2019 após o fraco resultado observado no ano passado.

+Após crescimento recorde em 2017, PIB da agropecuária fecha 2018 estável
+PIB Agro de 2018 não foi pior porque produção de soja foi boa, diz MB

+Após PIB “frustrante” em 20148, Aprosoja manifesta preocupação com 2019

Hoje, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que o PIB agropecuário do Brasil avançou  0,1% em 2018 na comparação com o ano anterior. O resultado foi sustentado pelo resultado de setores ligados a agricultura, com destaque para o café (29,4%), algodão (28,4%), trigo (25,1%) e soja (2,5%). As maiores quedas foram observadas nos segmentos de milho (-18,3%), laranja (-10,7%), arroz (-5,8%) e cana (-2,0%). Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, a alta no PIB da agropecuária foi de 0,2% nos últimos três meses do ano passado. Na comparação com igual período de 2017, esse crescimento foi de 2,4%.

“O setor agropecuário sofreu alguns fatores climáticos ao longo da última safra em 2018 e isso comprometeu um crescimento mais robusto. Temos que lembrar também que no meio do ano houve greve dos caminhoneiros, uma eleição presidencial que trouxe volatilidade para o câmbio e isso fez com que o setor se retraísse. Essa conjuntura de fatores fez com que o PIB da agropecuária não crescesse mais”, afirmou o coordenador do Núcleo Econômico da CNA, Renato Conchon.

Conchon ressalta que a base de comparação do comportamento do setor agropecuário no ano passado é baixa em relação a 2017, quando o agro teve crescimento de 13% e foi o principal responsável pelo resultado do PIB geral do Brasil naquele período. “Em 2017 os demais setores apresentaram queda e em 2018 todos os setores apresentaram crescimento, sobretudo o setor de serviços. Então é um sinal bastante importante de que a economia brasileira está saindo da recessão”, afirmou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Sudeste Asiático: que mercado é esse?

Coluna do Scot: Exportações brasileiras de carnes para essa região crescem rapidamente. De cinco anos para cá, as exportações de frango, carne bovina e de carne suína cresceram 32%.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×

Carrinho