Colheita de milho na Argentina atinge 90,4%

De acordo com a Bolsa de Cereais de Buenos Aires, foram colhidos cerca de 45,7 milhões de toneladas do cereal até agora
Foto: Ilustração/Internet

A colheita de milho da safra 2019/20 na Argentina atingiu 90,4% da área total prevista, informou a Bolsa de Cereais de Buenos Aires em relatório semanal. O número representa avanço de 4 pontos porcentuais na semana e de 29,4 pontos porcentuais em relação à temporada anterior.

Até agora, foram colhidos cerca de 45,7 milhões de toneladas do cereal, informou a Bolsa, que manteve a estimativa de produção total em 50 milhões de toneladas. A produtividade média nacional está em 8,25 toneladas por hectare.

“Boas condições de tempo permitem que a colheita do cereal avance em bom ritmo em grande parte do país”, relatou a Bolsa.

Trigo

A Bolsa de Cereais informou também que o plantio de trigo da safra 2020/21 alcançou 91,3% da área prevista, um avanço de 4,5 pontos porcentuais ante a semana anterior e um atraso de 0,8 ponto porcentual em relação à época correspondente do ano passado.

“A janela de plantio termina e o déficit hídrico impede a incorporação da área restante em diferentes pontos do Norte e do Centro da região agrícola”, observou a entidade.

No entanto, as condições favoráveis à semeadura nas províncias de Buenos Aires, La Pampa e Entre Ríos incentivaram a semeadura, pondera a bolsa, compensando a redução de área nas regiões afetadas por seca. Diante desse cenário, a bolsa manteve a previsão de área semeada com trigo em 6,5 milhões de hectares.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.