Começa campanha para dar visibilidade às mulheres rurais

70% a 80% dos alimentos, principalmente para autoconsumo, são produzidos pelas mulheres rurais

Esta é a 4ª edição da campanha ‘Mulheres rurais, mulheres com direitos’ lançada nesta terça-feira, 16 de abril, pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

Continue a leitura após o anúncio

As mulheres representam quase a metade da população rural, com atuação determinante no campo, seja como, agricultoras, extrativistas, pescadoras, artesãs, poetisas, embaixadoras, indígenas e quilombolas. Se no passado eram vistas apenas como coadjuvantes na execução de tarefas, cedendo sua força como ajudantes, hoje as trabalhadoras rurais já ocupam papel de destaque nas diferentes etapas do processo produtivo de alimentos. Mais que isso,  também em outras atividades que promovem a geração de renda, e impulsionam o desenvolvimento econômico no campo.

Os números são expressivos. Se em 2006 os empreendimentos rurais dirigidos por mulheres alcançavam os 12%, os números levantados pelo IBGE em 2017 já apontavam um crescimento para 19%.

“Pensar em igualdade, construir com inteligência, inovar para mudar”, este o tema desta 4ª campanha. No âmbito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a iniciativa quer  valorizar os direitos das mulheres rurais em todos os níveis. Tanto em  garantias individuais como coletivas, e promover condições para alcançar a igualdade de gênero e fim da pobreza rural.

Tudo isso exige uma campanha de fôlego, e por isso a mobilização vai se estender até o mês de dezembro com atividades que priorizam o papel das mulheres rurais, indígenas e afrodescendentes na produção sustentável de alimentos saudáveis e nutritivos. Sem esquecer o destaque essencial no contexto de crescimento dos níveis de insegurança alimentar na região da América Latina e Caribe.

O trabalho  durante os meses da campanha quer mais: dar estimulo para que sejam adotadas medidas que facilitem o acesso delas a recursos e sistemas produtivos de inovação. É assim que se pretende aumentar a representação das mulheres no campo da ciência e do uso de novas tecnologias.

Portal DBO com informações do Mapa

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO