Competitividade do frango ante produto bovino e suíno é a maior da série do Cepea

Na parcial de outubro (até o dia 21), o frango resfriado na Grande São Paulo é negociado a R$ 11,17 o quilo abaixo do valor da carcaça bovina
Foto ilustração: Agência de Notícias do Paraná.

A carne de frango segue mais competitiva em relação à bovina e à suína no mercado doméstico, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). “A diferença atual entre os preços da carne de frango e os das concorrentes é a maior da série, iniciada em 2004, em termos reais (as médias mensais foram deflacionadas pelo IPCA de setembro/20)”, diz.

Na parcial de outubro (até o dia 21), na Grande São Paulo, o frango inteiro resfriado é negociado a 11,17 reais por quilo abaixo do valor da carcaça casada do boi, aumento de 3,1% ante a diferença observada em setembro. Na comparação com a carcaça especial suína, o frango inteiro esteve 6,16 reais/kg abaixo na parcial do mês, ampliando a diferença em 1,9% de setembro para a parcial de outubro.

Na média da parcial de outubro, o frango inteiro resfriado é cotado a R$ 5,95/kg no atacado da Grande São Paulo, alta de 5,5% frente a setembro e o maior patamar nominal da série do Cepea. Na mesma região, a carcaça casada bovina registra média de R$ 17,12/kg na parcial deste mês, 3,9% acima da observada em setembro. Já a carcaça especial suína é vendida em média a R$ 12,11/kg na parcial de outubro, alta de 3,6% frente ao mês anterior.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.