Compras chinesas de milho na temporada 2021/22 devem somar 15 milhões de t

Volume representa queda de 46,4% ante a estimativa para o ciclo 2020/21, de 28 milhões de toneladas
Foto: Wang Jiang/China Daily

As importações chinesas de milho na temporada 2021/22 devem somar 15 milhões de toneladas, de acordo com projeção do adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em Pequim. O volume representa queda de 46,4% ante a estimativa para o ciclo 2020/21, de 28 milhões de toneladas.

Segundo o adido, as importações volumosas em 2020/21 têm como objetivo recompor as reservas estatais, atender à demanda por ração animal e reduzir os preços domésticos. Além disso, a expectativa é de aumento dos estoques iniciais e da produção em 2021/22, o que deve reduzir a necessidade de importação.

A produção de milho na China em 2021/22 deve aumentar 2,8%, para 268 milhões de toneladas. O aumento deve refletir uma maior área plantada, devido a políticas do governo e aos preços mais altos do milho no mercado doméstico, disse o adido.

A projeção de uso em ração animal e residual é de 210 milhões de toneladas, 7,1% maior do que a estimativa para 2020/21, de 196 milhões de toneladas.

A China vem recompondo seu plantel de suínos, após surtos de peste suína africana terem reduzido significativamente o número de animais nos últimos anos. O adido observou, no entanto, que o porcentual de milho usado em ração animal vai depender dos preços domésticos. Os estoques ao fim de 2021/22 devem diminuir 6,8%, para 193,156 milhões de toneladas.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO: Comida feita em casa

VEJA os destaques da edição de maio e o especial Instalações e Equipamentos; na capa, a alta nos custos da nutrição incentivam pecuaristas para investimentos em fábrica de ração

Revista DBO: Comida feita em casa

VEJA os destaques da edição de maio e o especial Instalações e Equipamentos; na capa, a alta nos custos da nutrição incentivam pecuaristas para investimentos em fábrica de ração

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.