NOVAS ARMAS NO FRONT DA BATALHA!

O projeto “Controle Certeiro”, parceria entre a DBO e a Bayer, chega ao fim. Neste último fascículo, fique por dentro das novidades da pesquisa e avanços da genética no combate ao carrapato. Para ajudar os produtores nessa batalha diária, a Bayer preparou uma ficha (publicada no verso desta página) para uso na fazenda. Converse com seu médico veterinário e preencha, nos locais indicados, a data de aplicação dos produtos e os intervalos entre tratamentos. Bom trabalho! 

Se você não leu os primeiros capítulos clique aqui!

carrapato chorando

Avanços na genética, novidades na pesquisa!

DEP carrapato

Graças a ferramentas modernas, como a seleção genética, já é possível identificar touros resistentes ao carrapato. Reprodutores das raças Hereford e Braford, por exemplo, são selecionados por meio de DEPs (Diferença Esperada na Progênie), indicador que prediz, com maior precisão, a habilidade do touro para produzir filhos com características de resistência ao parasito.

Vacina

O controle do carrapato por meio de vacinas tem demonstrado bons resultados em pesquisas, mas ainda não é uma realidade no campo. Diferentemente das vacinas convencionais, essa forma de prevenção pode ser utilizada de forma complementar, em associação com o controle químico, reduzindo assim o número de aplicações de acaricidas e aumentando sua e cácia no combate ao carrapato.

Controle biológico

O uso de fungos para o controle de pragas começa a ganhar espaço na pecuária. Pesquisas têm mostrado resultados promissores com Metarhizium anisopliae na redução das infestações, especialmente quando associados a produtos carrapaticidas. Vale ressaltar que a eficiência desse fungo independe da resistência do Rhipicephalus (Boophilus) microplus a acaricidas químicos.

Óleos essenciais

Formulações de produtos a base de óleos essenciais estão sendo testadas para controlar carrapatos. Alguns princípios ativos já foram identificados e comprovados com função carrapaticida em laboratório. Vários fatores devem ser considerados, como a forma de extração e conservação dos extratos, eficácia em baixas concentrações e a ausência de toxicidade para os animais.

Para saber mais!

O livro Carrapato: problemas e soluções, editado pelo pesquisador John Furlong, foi uma importante fonte de consulta para este trabalho. Clique aqui para baixar.

Animal bem tratado é animal mais pesado

50 kg a mais!

Estudo conduzido no IPVDF – Instituto de Pesquisas Veterinárias Desidério Finamor mostrou que animais tratados contra o carrapato ganharam 50 kg a mais de peso ao longo de 26 semanas em comparação com os não tratados.

boi-forte-controle-certeiro

Protocolo Bayer

• Inicie a aplicação dos produtos de acordo com o tratamento estratégico.

• Respeite rigorosamente o protocolo indicado por seu médico veterinário.

• Aplique corretamente o produto carrapaticida (dosagem e modo de usar).

Caso tenha dúvidas ou precise de mais informações, entre em contato pelo e-mail [email protected]

Confira o 6º capítulo da série publicada na Revista DBO de abril de 2019

Preencha o formulário e baixe agora o 6º capítulo

 
Fechar Menu
×
×

Carrinho