Cuba lidera o ranking dos países que pagaram mais caro pela carne bovina do MT, informa Imea

Embarques totais do Estado recuam 10% em volume no ano passado, mas faturamento anual atinge patamar recorde de US$ 1,72 bi

Em volume, as exportações de carne bovina do Mato Grosso recuaram 10,43% em 2021, para 443,16 mil toneladas equivalente-carcaça, em relação ao resultado obtido no ano anterior, informa nesta terça-feira (18/1) o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Em faturamento, porém, os embarques mato-grossenses seguiram caminho inverso, alcançando um novo recorde de US$ 1,72 bilhão no ano passado, de acordo com os representantes do Imea.

Ao analisar o valor pago pelos dez principais países importadores da carne bovina do Mato Grosso, Cuba destacou-se por desembolsar o preço médio mais alto, de US$ 6,94/kg, em 2021.

SAIBA MAIS | Carne bovina brasileira tem valorização de 13% no mercado internacional

Segundo o Imea, a China, que vinha pagando valores também altos durante boa parte do ano, não ficou entre os dez primeiros colocados em 2021 devido ao embargo estabelecido à carne brasileira no período entre setembro e meados de dezembro, situação que acabou pressionando as cotações no último trimestre do ano.

VEJA TAMBÉM | Carne bovina: exportações fecham 2021 com queda de 7% no volume e aumento de 9% na receita

Confira o ranking dos dez países que pagaram mais caro pela carne bovina do MT em 2021

Cuba – US$ 6,94/kg

Alemanha – US$ 5,91/kg

Holanda – US$ 5,82/kg

Gana – US$ 5,57/kg

Itália – US$ 5,42/kg

Bélgica – US$ 5,40/kg

Reino Unido – US$ 5,04/kg

Azerbaijão – US$ 5,00/kg

Suécia – US$ 4,88/kg

Portugal – US$ 4,62/kg

Fonte: Secex/Imea

 

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO | Ele quer todo gado na sombra

VEJA os destaques da edição de maio e o Especial Instalações e Equipamentos; na capa, a Agropastoril Campanelli investe em cobertura metálica dos currais e comprova ganho de mais de meia arroba por animal engordado na sombra

Revista DBO | Ele quer todo gado na sombra

VEJA os destaques da edição de maio e o Especial Instalações e Equipamentos; na capa, a Agropastoril Campanelli investe em cobertura metálica dos currais e comprova ganho de mais de meia arroba por animal engordado na sombra

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.