Custo com ração afeta todos os mercados de proteína animal, diz ABPA

Nos últimos 12 meses, os custos de produção para a carne de frango subiram 44,27%, enquanto a produção de carne suína ficou 41,17% mais cara

O presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin, afirmou que os custos da indústria com ração animal vêm afetando todos os mercados de proteína animal.

Segundo dados apresentados pela entidade em coletiva de imprensa virtual realizada nesta quarta-feira, os custos de produção para a carne de frango subiram 44,27% nos últimos 12 meses, enquanto a produção de carne suína ficou 41,17% mais cara no mesmo período.

“De janeiro de 2019 a agosto de 2021, o milho subiu cerca de 154% e a soja 133%. Vale lembrar que as compras de milho e do farelo de soja representam 70% dos custos de produção da suinocultura e avicultura”, comentou o executivo.

Santin ressaltou, contudo, que o processo especulativo do milho diminuiu com as recentes medidas do governo, por exemplo, a retirada temporária da cobrança do PIS/Pasep e Cofins para importação de milho, o que ele considerou “fundamental”.

SAIBA MAIS | Publicada a MP que zera PIS/Cofins na importação de milho até o fim do ano

Ainda assim, porém, é possível que os preços das carnes de frango, de suínos e ovos tenham novas altas, refletindo novos reajustes nos custos.

Uma estratégia para mitigar esses custos é a aposta na utilização de cereais de inverno como alternativa ao milho na ração animal, como o trigo e o sorgo, conforme uma campanha de incentiva a essa substituição capitaneada pela ABPA.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO | Pasto inteligente

Veja os destaques da edição de novembro e o ‘Especial Pastagem’; na capa, a formação de pastos multigramíneas, visando oferecer mais capim nas águas e reduzir a escassez na seca, é o novo horizonte das pesquisas

Revista DBO | Pasto inteligente

Veja os destaques da edição de novembro e o ‘Especial Pastagem’; na capa, a formação de pastos multigramíneas, visando oferecer mais capim nas águas e reduzir a escassez na seca, é o novo horizonte das pesquisas

Publieditorial

Cromo: Mineral essencial para bovinos de corte

O cromo é um dos principais minerais utilizados na nutrição de bovinos de corte em todas as fases da vida produtiva, e é reconhecidamente essencial para o organismo dos animais e humanos há mais de 40 anos.

Cromo: Mineral essencial para bovinos de corte

O cromo é um dos principais minerais utilizados na nutrição de bovinos de corte em todas as fases da vida produtiva, e é reconhecidamente essencial para o organismo dos animais e humanos há mais de 40 anos.

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.