Custo de produção da pecuária de corte sobe 2,12% no 1º semestre

No mesmo período de 2018, alta havia sido de 1,58%

O custo de produção da pecuária de corte registoru alta de 2,12% no primeiro semestre deste ano comparado a igual período do ano passado, segundo levantamento realizado pelo Cepea em parceria com a CNA.

O estudo considera os estados do Acre, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rondônia, Rio Grande do Sul, São Paulo e Tocantins. No mesmo período de 2018, a alta havia sido de 1,58%.

Continue a leitura após o anúncio

“Ainda assim, a elevação no custo verificada na primeira metade de 2019 está abaixo da inflação (IGP-DI) do mesmo período, que foi de 4,39%”, afirma o Cepea em nota. As áreas da pecuária de corte com alta mais expressiva foram a recria engorda.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO